DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Línguas e Culturas > DLC - Teses de doutoramento >
 The nature of personification and strategies for translating it: a comparative study
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/18303

title: The nature of personification and strategies for translating it: a comparative study
other titles: A natureza da personificaçâo e estratégias para a traduzir: um estudo comparativo
authors: Shahabi, Mitra
advisors: Roberto, Teresa
keywords: Metáforas
Língua persa
Tradução
Personificação - Literatura
Língua inglesa
issue date: 2015
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: The present research adopted a contrastive and descriptive approach and it was narrowed down to animal metaphors and personifications. The principle target of this study was to provide discussion and strategies in the translation of personification. In the translation of personification, where the personified entities are associated to the conventional norms and metaphorical systems of a language community and the personifications are different or opposite in the two languages involved in the translation, the translator´s attention was called to the nature of metaphor (and more specifically, personification). The goal was to find the origins of metaphorical concepts: how metaphors originated; how entities are “metaphorized” and conceptualized. The findings were expected to answer why the figurative meanings of metaphors are not the same across languages. Analyzing the origins of metaphors was thought to explain the reasons for similar and for different metaphorical images of entities from one language to another. With regard to the differences between the metaphorical images of animal metaphors, contrasting their constitutive metaphorical concepts was believed to be an appropriate framework for the translation of metaphorical expressions. In the first phase of the study, we surveyed the metaphorical expressions of two languages of English and Persian within the framework of The Great Chain of Being by Lakoff and Turner (1989) and the principle of Metaphorical Highlighting by Kövecses (2002) and Maxim of Quantity (Martsa, 2003). The animal metaphors were chosen based on three criteria: the high frequency of the animal terms in metaphors, the familiarity of the animal, and the frequency of use of the metaphor. For the second phase of the study, we posited the question, in translation of Orwell´s Animal Farm (1945), in which the characters are animals and the animals have not arbitrarily chosen, but rather according to their figurative images in the source language, what would the role of a translator be in case the animals´ images differ in the target language. We aimed to examine whether or not the animals had been described in the source text according to their metaphorical images in the source language, and if so, whether or not the current Persian and Portuguese translations of this novel have had any focus on the probable difference in the images of the animals between the source language and the target language. Regarding the relationship between the source language and the target language in terms of the type of similarities and differences between the metaphorical meaning of the animals´ names and the intention of the author in introducing some animals that are different from or opposite to the expectations of the source text readers, different cases of translation were pointed out and discussed. Thereupon, possible translation procedures were proposed for each condition.

A presente pesquisa adotou uma abordagem contrastiva e descritiva cingida a metáfora e personificação animal. O objetivo principal deste estudo é apresentar discussão e estratégias em tradução de personificação. Na tradução de personificação, onde as entidades personificadas estão associadas às normas convencionais e sistemas metafóricos de uma comunidade linguística e onde as personificações são diferentes ou opostas nas duas línguas envolvidas na tradução, a atenção do tradutor é chamada para a natureza da metáfora (e mais especificamente, da personificação). O objetivo é encontrar as origens dos conceitos metafóricos: como as metáforas se geraram; como as entidades são "metaforizadas" e conceptualizadas. Esperavam-se resultados no sentido de responder a questões sobre por que razão os significados figurativos de metáforas não são os mesmos em todas as línguas. Analisaram-se as origens de metáforas para explicar as razões de semelhanças e de diferenças nas imagens metafóricas de entidades de uma língua quando estas são vertidas para outra língua. Considerou-se ser um contributo para a tradução de expressões metafóricas contrastar os conceitos metafóricos constitutivos, no que diz respeito às diferenças entre as imagens metafóricas de metáforas animais. Na primeira fase do estudo, Foram pesquisadas as expressões metafóricas de duas línguas; do inglês e do persa, no âmbito de “The Great Chain of Being” por Lakoff e Turner (1989) e do princípio de “Metaphorical Highlighting” por Kövecses (2002) e “Maxim of Quantity” (Martsa, 2003). As metáforas animais foram escolhidas com base em três critérios: a alta frequência de termos animais representados em metáforas, a familiaridade do animal, bem como a frequência de uso da metáfora. Para a segunda fase do estudo, foi posta a seguinte questão: na tradução do livro de “Animal Farm” de Orwell (1945), em que os personagens são os animais e estes não foram arbitrariamente escolhidos, se estarão de acordo com as suas imagens figurativas na língua de partida, e o que será o papel do tradutor no caso das imagens dos animais serem diferentes na língua de chegada. O objetivo foi examinar se os animais foram descritos no texto de origem de acordo com as suas imagens metafóricas na língua de partida e, em caso afirmativo, se as atuais traduções persas e portuguesas deste romance têm qualquer diferença nas imagens dos animais entre a língua de partida e a língua de chegada. Quanto à relação entre a língua de partida a língua de chegada, em termos do tipo de semelhanças e diferenças entre o significado metafórico dos nomes dos animais e a intenção do autor na introdução de alguns animais que são diferentes ou oposto às expectativas dos leitores do texto de origem, foram apontados e discutidos diferentes casos de tradução. Seguidamente, foram propostos possíveis procedimentos de tradução para cada caso.
description: Doutoramento em Tradução
URI: http://hdl.handle.net/10773/18303
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DLC - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
tese.pdf1.7 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2