DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial > DEGEI - Dissertações de mestrado >
 Desempenho docente - competências pedagógicas, emocionais e de gestão da informação
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1529

title: Desempenho docente - competências pedagógicas, emocionais e de gestão da informação
authors: Fernandes, Cláudia Joana da Silva
advisors: Rego, Arménio
keywords: Profissão docente
Competências dos professores
Inteligência emocional
Desenvolvimento de competências
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho pretende fornecer pistas para a clarificação das relações de diferentes competências inerentes à profissão docente, a saber: (1) Comportamentos de cidadania docente (CIDOCE); (2) Inteligência emocional (IE); (3) Competências de trabalho em rede. Para a prossecução deste objectivo foram desenvolvidos e validados dois instrumentos, um de aferição da IE e outro de avaliação das competências de trabalho em rede. O instrumento de reporte dos CIDOCE já havia sido validado e utilizado em diversos estudos. No entanto, fornecemos dados adicionais para fundamentação das suas propriedades psicométricas. Nesta fase de trabalhos foram recolhidos 914 questionários válidos. Partindo de uma concepção acerca do “bom docente”, cruzamos as percepções dos docentes do ensino superior com os respectivos discentes. Recorremos a uma amostra de 61 docentes e179 discentes. Os dados foram submetidos a dois níveis de análise: individual e agregado. Os principais resultados alcançados foram: (1) Os CIDOCE explicam 40 a 61% da variabilidade da amostra no que diz respeito à cotação global de desempenho docente; (2) O facto de um professor ser simpático e atencioso para com os seus alunos não vai influenciar a forma como estes o avaliam relativamente ao seu desempenho global; (3) Quer os docentes recorram ou não às redes (sociais e/ou virtuais) para a procura e disseminação de informação a forma como são vistos pelos seus alunos, relativamente à sua cotação global de excelência mantém-se inalterada; (4) O recurso a redes virtuais é mais evidentes em professores mais jovens; (5) Os professores que se percepcionam como emocionalmente mais inteligentes são vistos pelos seus alunos como pedagogicamente mais fracos e pior avaliados no que diz respeito à sua cotação global de desempenho docente. Embora seja necessária mais investigação para o aprofundamento destas relações e possíveis explicações para o sucedido, pensamos que o presente estudo e os seus resultados e conclusões fornecem algumas pistas válidas para reflexão e problematização das temáticas abordadas. ABSTRACT: The aim of the following assignment is to suggest paths for the clarification of the possible relations of different professors’ skills, namely: (1) Citizenship behaviour of university teachers (CBUT); (2) Emotional intelligence (EI); (3) Networking skills. In order to meet this objective, two instruments were developed and validated, one to ascertain EI and another to evaluate networking skills. The CBUT questionnaire has already been validated and used in several empirical studies, however we have provided additional data to the consolidation of the instrument’ psychometric properties. In this phase 914 valid questionnaires were collected. We intended to cross students’ and professors’ perceptions about the broad conception of the “good-lecturer”. Our sample consists of 61 professors from higher education and179 students. The data was submitted to two level of analysis: single and grouped. The data from the empirical study points to some results, namely: (1) The CBUT explains 40 to 61% of the professors’ global performance mark; (2) Being a friendly and considerate professor, does not influence students on the general performance grade they give their professors; (3) The teachers’ ability to use networks (social and/or virtual) is irrelevant to their performance mark, given to them by their students; (4) Younger professors use virtual networks more often; (5) Professors who see themselves as emotionally more competent, are reported by their students to be pedagogically weaker and obtain lower evaluations concerning “professors’ global performance”. Although more investigation is necessary in this field, in order to clarify possible relations between variables, we think that the present assignment and its results and conclusions give some hints that can promote reflection and open new paths to future approaches.
URI: http://hdl.handle.net/10773/1529
appears in collectionsDEGEI - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2005001469.pdf1.84 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2