DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 As dimensões pessoal e interpessoal na relação professor de educação especial e professor do ensino regular
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1405

title: As dimensões pessoal e interpessoal na relação professor de educação especial e professor do ensino regular
authors: Reis, Maria Rosália Vaz Antunes dos
advisors: Tomaz, Ana Carlota Teixeira de Vasconcelos Lloyd Braga Fernandes
keywords: Supervisão
Educação especial
Papel dos professores
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: No âmbito de uma Escola para Todos, suportada na filosofia da Escola Inclusiva, é exigido à escola a missão de servir toda a sua população escolar, respeitando as diferenças e construindo para todos e para cada um o direito à Educação. Neste contexto, torna-se um desafio atender à diversidade da população escolar, nomeadamente aos alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE), e promover um ambiente (na escola e na sala de aula) de abertura, partilha e reflexão voltado para a prática/acção, encarando a diversidade como elemento de enriquecimento da comunidade e apostando na melhoria da qualidade do atendimento educativo a todos os alunos. Neste sentido, os papéis e funções dos professores do Ensino Regular do 1º Ciclo do Ensino Básico e de Educação Especial sofrem obrigatoriamente transformações. Torna-se necessário que estes professores sejam pessoas e profissionais implicados, reflexivos e críticos, capazes de trabalhar juntos de forma colaborativa a fim de encontrarem respostas educativas flexíveis, diversificadas, diferenciadas e significativas para que os alunos com NEE possam usufruir de uma educação apropriada e, assim, alcançarem sucesso. Deste modo, o presente estudo tem como finalidade aprofundar o conhecimento sobre a relação estabelecida entre o Professor de Educação Especial e Professor do Ensino Regular do 1.º Ciclo do Ensino Básico, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento de competências pessoais e interpessoais destes professores e na medida em que estas são promotoras/ facilitadoras, ou não, da implementação de práticas docentes inclusivas nas escolas e do desenvolvimento profissional destes professores. A recolha de dados foi efectuada através de um conjunto de entrevistas semiestruturadas realizadas a quatro professoras do Ensino Regular, a duas professoras de Educação Especial e ao Presidente do Conselho Executivo de um Agrupamento Vertical de Escolas do distrito de Viseu. Os resultados do estudo sugerem que na relação supervisiva estabelecida entre estes dois profissionais, as competências pessoais e interpessoais permitem o desenvolvimento das práticas docentes, promovem o trabalho colaborativo, e este, o encorajamento mútuo, o suporte emocional, a reflexão, a partilha de sucessos e insucessos e a resolução dos problemas. Os resultados apontam, ainda, que esta relação é fundamental para o desenvolvimento profissional destes profissionais, realizado através do incentivo constante a uma formação informal e à partilha de conhecimentos e saberes entre Professores de Educação Especial e do Ensino Regular. ABSTRACT: In the context of one school for all, based on the philosophy of an All-Inclusive School, schools are obliged to serve all of its school population by respecting differences and providing for one and all the right to an education. In this sense, it is a challenge to tend to the diversity of the school population, especially Special Needs students, and promote an environment (in the school and the classroom) open to sharing and reflection, geared towards practice/ action, which views diversity as an enriching element for the community and is committed to improving education for all its students. Thus, the roles and functions of Elementary School and Special Needs Teachers must necessarily suffer transformations. It is necessary for these teachers to be dedicated, reflexive, critical people, capable of working together in a collaborative manner in order to find flexible, diverse, individual and significant educational answers so that Special Needs students may benefit from an appropriate education and achieve success. The aim of this study is to deepen the knowledge of the relationship that is established between Elementary and Special Needs Teachers, mainly the development of personal and interpersonal skills and how these skills facilitate and promote the use of inclusive teaching practices in the school and contribute to the professional development of these teachers. The data was collected through a series of semi-structured interviews applied to four Elementary School teachers, two Special Needs teachers and the Head Teacher of a Group of Schools in the district of Viseu. The results of this study suggest that in the supervisional relationship established between the two professionals, personal and interpersonal skills allow the development of theses teaching practices, in that they promote collaborative work, which, in itself, promotes mutual encouragement, emotional support, reflection, the sharing of successes and failures and the solution of problems. The results also indicate that this relationship is fundamental to the professional development of these teachers, which is achieved through the constant incentive for informal learning and sharing of knowledge between the Elementary and Special Needs Teachers.
description: Mestrado em Supervisão
URI: http://hdl.handle.net/10773/1405
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2010000375.pdf2.7 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2