DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Promover a aprendizagem das ciências no 1º CEB utilizando contextos de educação não formal
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1276

title: Promover a aprendizagem das ciências no 1º CEB utilizando contextos de educação não formal
authors: Serrano, Maria Filomena da Silva Caldeira Freitas
advisors: Martins, Maria Isabel Tavares Pinheiro
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Advoga-se a importância dos diferentes contextos de educação não formais na promoção de aprendizagens formais no domínio das ciências. A investigação crescente neste âmbito, aponta para o contributo que espaços como Museus, Centros de Ciência, Planetários, Parques Temáticos e outros, podem dar, quando coadjuvados com o ensino formal e quando aliadas actividades exploradoras pós-visita. Neste sentido realizou-se o presente estudo que teve como objectivo central utilizar uma visita de estudo a um espaço de educação em ciência não formal (Planetário) e sua posterior exploração através de cinco actividades (unidades didácticas), referentes a uma área específica, Astronomia, presente no currículo do 1ºCEB. Esse conjunto de actividades veio a constituir o que intitulamos Projecto AASA (Actividades de Astronomia na Sala de Aula). Paralelamente recorreu-se a um workshop para os três professores colaboradores, organizado em diferentes sessões temáticas, de forma a dar o acompanhamento formativo para a implementação dessas actividades. Apresenta-se assim, uma investigação de natureza qualitativa, sobre um projecto de educação em astronomia para alunos do 1º CEB, sustentado na formação acompanhada de professores. Para concretizar a investigação recorreu-se a diferentes instrumentos de recolha de dados, questionários, trabalhos dos alunos, entrevistas aos professores colaboradores. Os resultados obtidos permitiram ver que: i) a visita ao Planetário constituiu uma mais valia para a aprendizagem dos alunos sobre a temática abordada, já que permitiu, por um lado, a aquisição de novos conhecimentos e, por outro, estabeleceu-se como um ponto de referência motivacional para a posterior exploração em situação sala de aula; ii) a exploração da visita realizada, através das actividades propostas, permitiu aos alunos adquirir conhecimentos mais adequados sobre os temas em apreço e alargar horizontes para a abordagem de novas perspectivas no ensino da Astronomia iii) os professores colaboradores reconheceram a visita de estudo realizada como um ponto de partida excelente para a abordagem do tema e consideraram as actividades adequadas e exequíveis, mais centradas na actuação do aluno e mais exigentes em termos de tempo de leccionação, aspecto este não se torna compatível com a extensão dos programas curriculares vigentes. Paralelamente reconheceram que este tipo de actividades poderá ter um impacto moderado na sua futura prática lectiva, quando da abordagem desta temática no 1º CEB. Reconheceram também este trabalho colaborativo como uma oportunidade de reflectirem sobre as suas práticas de ensino e advogam a necessidade e pertinência deste tipo de colaboração como uma forma de contribuir para a inovação no ensino das ciências no1º CEB. ABSTRACT: In the past few decades there has been an increase in recognition of the importance of nonformal educational institutions for enhancing school learning in general and school science learning in particular. Science learning in non formal settings is receiving increased attention in research literature. Results have indicated that Museums, Science Centres and Planetariums can play an important role in prompting higher interest in school science learning if supported by post-visit activities. In this context the main purpose of this study was to use a school visit to a Planetarium supported by post-visit activities. Five post-visit activities were implemented about a specific school subject, Astronomy, in year 3 and 4 of primary education, which were called Actividades de Astronomia na Sala de Aula, the AASA Project. Additionally, a workshop had been done for the three school teachers involved. The workshop consisted of eight sessions to support all the post-visit activities in the classroom. In this context this study reports on an astronomy project for elementary school students. The data was collected by pre and post-visit questionnaires, individual semi-structured interviews for the teachers and students worksheets. Results indicated that: i) the school visit to the Planetarium was an important moment for the students enhancing their interest in the science subject, astronomy; ii) post-visit activities gave students the opportunity to enhance their knowledge about astronomy concepts and to explore other perspectives of primary astronomy education; iii) teachers considered the school-visit to the Planetarium to be an excellent instrument in astronomy teaching and the post-visit activities were considered important resources for formal teaching. They were more student centred and more school time demanding. This aspect was thought to be not compatible with the actual national curriculum extension. Post-visit activities had a restrained impact in teachers school work. The cooperative work implemented was considered to be an important personal opportunity to think about their school work and a good contribution to innovation in primary science teaching.
URI: http://hdl.handle.net/10773/1276
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2005001751.pdf8.81 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2