DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Teses de doutoramento >
 Factores afectivos e desempenho cognitivo na aprendizagem linguística
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1114

title: Factores afectivos e desempenho cognitivo na aprendizagem linguística
authors: Figueiredo, Sandra Andrade de Bastos
advisors: Silva, Carlos Fernandes da
keywords: Ensino de uma segunda língua
Língua portuguesa
Desenvolvimento da linguagem
Sucesso escolar
Educação dos migrantes
issue date: 2010
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Neste trabalho foram cumpridos dois estudos intencionalmente diferenciados para avaliar factores afectivos e desempenho cognitivo no contexto de comportamento verbal em Língua segunda. No primeiro estudo foram descritos, analisados e discutidos os resultados que confirmam a influência da motivação, ansiedade e estilos de aprendizagem, em condição de aquisição de nova língua e de adaptação à cultura dominante. Essa influência é discutida na relação com variados factores e atendendo à diferenciação do valor de predição de cada um dos factores mencionados. A associação do factor idade ao factor cultural revelou-se a principal fonte diferenciadora das autoavaliações observadas. No segundo estudo, com a aplicação da bateria de testes em formato electrónico, foi possível averiguar os resultados e discutir as suas implicações ao nível do desempenho dos sujeitos, corroborando e refutando pressupostos teóricos de modelos que versam nesta área de estudo. O desempenho observado tem sérias implicações na reflexão pedagógica e práctica escolar, uma vez que, de forma geral, os sujeitos mais novos exibiram um desempenho medíocre quando comparado com a performance muito positiva dos participantes mais velhos, gerando conflito em relação aos pressupostos práticos implicados na teoria do período sensível para desenvolvimento de linguagem. Por outro lado, as duas amostras (nativos e imigrantes) revelam desempenhos muito próximos o que não destaca, como seria de esperar, o grupo nativo que deveria evidenciar vantagem devido ao conhecimento mais elevado relativamente ao léxico e gramática do Português, como Língua Materna. A relação entre motivação favorável, fraco índice de ansiedade linguística, e bom desempenho cognitivo não se revela linear e taxativa e devem ser revistos os princípios de modelos teóricos que advogam a consonância clássica entre determinados factores afectivos (motivação e estilos de aprendizagem) e cognitivos, no contexto da competência e performance verbais. Considerando os materiais desenvolvidos e observando os resultados obtidos, este estudo viabiliza o acesso a uma nova oportunidade de avaliação, em estilo de diagnose, dirigida aos alunos aprendentes de Português Língua Segunda, com experiência migratória. ABSTRACT: This work was completed two intentionally different studies to assess affective factors and cognitive achievement in the context of verbal behaviour in Second Language. In the first study were described, analysed and discussed the results that confirm the influence of motivation, anxiety, and learning styles, in the condition of new language acquisition and of adaptation to the dominant culture. This influence is discussed in relation to various other factors and to the differentiation of the prediction value of each mentioned factor. The association of age and cultural factors has been the main source of differential self-ratings observed.In the second study, with the battery tests application was possible to verify the results and discuss their implications for the performance of the subjects, corroborating and refusing theoretical assumptions of models from this research area. The performance observed has serious implications at pedagogical reflexion and educative practice, since, in general, the younger participants showed a poor performance compared to the very positive results of older participants, suggesting conflict toward principles of practice type which are involved in the theory of critical period for language development. Moreover, the two samples (native and immigrant) show very similar performances which is not a highlight, as expected, for the competence of native group that should exhibit advantage due to the supposed higher knowledge of lexicon and grammar in Portuguese, as first language. The relationship between positive motivation, lower rate of language anxiety, and positive cognitive performance is not linear and mandatory, and must be reviewed the principles of theoretical models that promote the traditional association between affective (motivation and learning styles) and cognitive factors, in the context of verbal competence and performance. Taking into account the materials developed and regarding the results, this study provides access to a new opportunity for assessment, in diagnosis style, addressed to Portuguese second language learners, with migratory experience.
description: Doutoramento em Activação do Desenvolvimento Psicológico
URI: http://hdl.handle.net/10773/1114
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2010000384.pdf5.1 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2