DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Teses de doutoramento >
 Influência da cultura docente na reorganização curricular do ensino básico
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/1099

title: Influência da cultura docente na reorganização curricular do ensino básico
authors: Rodrigues, Maria Beatriz Pereira
advisors: Martins, António Maria
keywords: Administração do ensino
Gestão curricular
Profissão docente
Ensino básico
issue date: 2006
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A época actual, marcada por mudanças significativas em que a crescente abertura de fronteiras políticas, culturais, científicas, tecnológicas e económicas contribui para fenómenos de heterogeneidade e diversidade, pressupõe uma escola que permita construir respostas cada vez mais flexíveis e diferenciadas. Com efeito, procurando dar resposta aos problemas que resultam da pluralidade socio-cultural do público escolar da escolaridade básica, surge a necessidade de contextualizar e gerir o currículo em termos da sua adequação aos alunos a que se destina. Esta nova concepção de escola não se compadece com a tradicional cultura de individualismo que caracteriza a profissão docente, exigindo uma cultura de colaboração onde os professores, através dum processo de negociação permanente, tomam um papel central na gestão do currículo, sendo-lhe atribuída responsabilidade na decisão relativamente aos modos de organizar e conduzir os processos de ensino-aprendizagem. É neste cenário que surge o decreto-lei 6/2001, que implementa a Reorganização Curricular do Ensino Básico, visando adequar à realidade de cada escola e de cada turma o currículo nacional, procurando responder às diversas características dos alunos através da construção de projectos curriculares de escola e de turma, não esquecendo, porém, os objectivos gerais da escola consagrados no seu projecto educativo. Porém, a aplicação deste Decreto-lei, com as mudanças que lhe estão associadas, suscita-nos algumas questões, designadamente em relação à forma como os professores, principais actores neste processo, vêm a sua concretização. Foi neste ponto que incidiu o desafio da nossa investigação. Neste sentido, procurando algumas respostas, nomeadamente em relação à opinião e reacção dos docentes à implementação da reorganização curricular nas suas escolas/turmas bem como as suas atitudes/sentimentos face à escola e à formação, efectuámos uma investigação empírica utilizando o método hipotético-dedutivo. Esta investigação inclui a recolha de informação através dum inquérito por questionário destinado a professores do 1º ciclo e a quantificação dos conceitos em análise, bem como a correlação entre as variáveis segundo o modelo estatístico, seguida da interpretação/análise dos resultados obtidos. ABSTRACT: The current time, marked by significant changes where the overthrow of political, cultural, scientific, technological and economical barriers gives way to phenomena of heterogeneity and diversity, demands for a school that makes possible the construction of increasingly more flexible and more differentiated answers. In effect, in the attempt to address all the issues resulting from the sociocultural plurality of basic education students, it becomes necessary to contextualize and manage the curricula in a way that improves its adequacy to the students aimed at. This new concept of school does not sympathize with the traditional culture of individualism that characterizes the teaching profession and it demands for a culture of collaboration where the teachers, through a process of permanent negotiation, play a key role in curricula management and assume responsibility for the decision making related to the organization and the implementation of teaching and learning processes. It’s in this background that the decree/law 6/2001 is issued, the decree/law that implements the Curricular Reorganization of the Basic Education. It aims at adjusting the national curricula to the reality of each school and each class and intends to take into consideration the diverse characteristics of the students through the construction of school and class curricular projects, without overlooking, however, the school’s general objectives defined in its educational project. However, the application of this decree/law, with all the changes it involves, brings up some questions, namely the question of how the teachers, the leading actors in this process, visualize its implementation. It was on this point that we focussed the challenge of our investigation. Accordingly, looking for some insight into the opinions and reactions of the teachers to the implementation of the curricular reorganization in their schools and in their classes, as well as into their attitudes and feelings towards the school in general and towards their own professional training, we conducted an empirical research using the hypothetical-deductive method. This research included the gathering of information through an inquiry based on a questionnaire answered by basic education 1st Cycle school teachers and the quantification of the concepts under survey as well as of the correlations among variables using the statistical method, all of this followed by the interpretation / analysis of the obtained results.
description: Doutoramento em Análise Social e Administração da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10773/1099
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2007000749.pdf1.25 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2