Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/9756
Title: SEAL basin fractured basement: challenging the exploration paradigm
Other Titles: Embasamento fracturado da bacia de SEAL: desafiando o paradigma de exploração
Author: Esperancinha, Sérgio Carreiras
Advisor: Lockhart, Duncan Alistair
Pinheiro, Luís Menezes
Keywords: Geomateriais
Exploração petrolífera - Brasil
Perfuração de poços
Defense Date: 17-Apr-2011
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A bacia onshore de Sergipe-Alagoas, onde a GALP Energia detém dois blocos exploratórios, possui um exemplo provado de um Reservatório Naturalmente Fracturado no soco cristalino (Embasamento na terminologia brasileira utilizada nesta tese). Nestes blocos, sete poços verticais foram completados com sucesso, e em todos, o Embasamento Fracturado (cujas características foram provadas através do uso da ferramenta de imagem – Formation Micro Imager ou FMI – e de testes a poço aberto – Drill Stem Tests ou DST) foi o intervalo que apresentou os melhores resultados. Nesta tese, foi feita uma análise extensiva da estratégia exploratória, desde a aquisição sísmica aos resultados e procedimentos dos poços, e uma Estratégia de Exploração alternativa foi apresentada como conclusão. Esta análise integrou dados provenientes dos sete poços realizados com dados do Projecto de Modelação do Embasamento Fracturado (uma parceria entre GALP e uma equipa composta por elementos da Universidade de Aveiro, Universidade Nova de Lisboa, Universidade do Algarve e Instituto Superior Técnico). Neste projecto as equipas utilizaram dados sísmicos (planos de falhas interpretados manualmente) e dados de FMI (a partir dos quais as principais orientações de fracturação foram extraídas) para simular um elemento geométrico correspondente ao Embasamento. A essa rede foram aplicados princípios de geomecânica juntamente com modelação DFN (Density Fracture Network), permitindo simular a permeabilidade de fractura para cada uma das famílias extraídas dos dados de FMI. Estes dados permitiram ao autor calcular o volume de hidrocarbonetos presentes e simular um poço direccional para ser que deverá ser efectuado em alternativa os poços verticais perfurados até agora.
The Sergipe-Alagoas, onshore Basin, where GALP Energia holds two exploration blocks, has an example of a proven Naturally Fractured Basement Reservoir. In these blocks seven vertical wells were successfully drilled, and in all seven, fractured Basement (which was proven by the use of Formation Micro Imaging – FMI – tool and the results of the Drill Stem Tests - DST) presented the best results. In this thesis an extensive analysis of the exploration strategy, ranging from seismic acquisition to drilling /testing results and procedures, was made, and an alternative Exploration Workflow was presented as a conclusion. This analysis integrated data from the study of the drilling and testing procedures, with data from the Fractured Basement Project (a joint project with Universidade de Aveiro, Universidade Nova de Lisboa, Universidade do Algarve and Instituto Superior Técnico). In this project the team used seismic data (mainly interpreted fault surfaces) and FMI data (from which fracture families were extracted), and by applying geomechanical principles together with Density Fracture Network (DFN) modelling created permeability maps per fracture family. This allowed the author to calculate the Hydrocarbons Initially in Place (HIIP) and simulate a directional well to be drilled as an alternative to the vertical wells drilled so far.
Description: Mestrado em Geomateriais e Recursos Geológicos
URI: http://hdl.handle.net/10773/9756
Appears in Collections:DGeo - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_sergio.pdf17.7 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.