Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/8768
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarroso, Carlos Miguel Miguezpt
dc.contributor.authorLaranjeiro, Filipe Miguel Gravept
dc.date.accessioned2012-07-20T09:01:06Z-
dc.date.available2012-07-20T09:01:06Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/8768-
dc.descriptionMestrado em Toxicologia e Ecotoxicologiapt
dc.description.abstractAs áreas estuarinas são geralmente focos de poluição por estarem sujeitas a uma intensa actividade antropogénica. Um exemplo disso é a poluição por tributilestanho (TBT) - um agente biocida presente nas tintas anti-incrustantes aplicadas nos cascos de embarcações. Como os estuários albergam frequentemente portos comerciais, marinas e estaleiros navais, existe aqui um intenso tráfego naval e uma elevada libertação de TBT para a água, contaminando assim todo o ambiente estuarino. Apesar da utilização do TBT em tintas anti-incrustantes de embarcações ter sido proibida em Setembro de 2008, a persistência deste composto nos sedimentos poderá causar um declínio lento dos níveis de poluição ao longo do tempo. Utilizando a Ria de Aveiro como caso de estudo, pretendeu-se neste trabalho desenvolver uma metodologia que pudesse, numa abordagem integrada, avaliar a qualidade dos sedimentos em zonas estuarinas sujeitas a intensa actividade portuária, em particular os efeitos biológicos da contaminação por TBT associada aos sedimentos. Para tal, realizaram-se campanhas de monitorização de imposex em algumas espécies de gastrópodes na Ria de Aveiro - Nassarius reticulatus e Nucella lapillus - assim como a monitorização química de TBT nos sedimentos. No laboratório foi efectuada a exposição dos gastrópodes Nassarius reticulatus e Hydrobia ulvae a sedimento colhido em alguns locais da Ria de Aveiro. Nestes bioensaios mediu-se o desenvolvimento do imposexo como resposta específica à presença de TBT nos sedimentos. Outros bioensaios foram utilizados com o objectivo de conhecer a toxicidade global dos sedimentos para outros organismos, nomeadamente, bioensaios com o gastrópode Potamopyrgus antipodarum exposto a sedimento e bioensaios com larvas do ouriço do mar, Paracentrotus lividus, expostas a “elutriados” de sedimentos. Propõe-se neste trabalho uma abordagem holística para a avaliação da poluição por TBT em zonas estuarinas, combinando a monitorização biológica (imposex), a monitorização química de TBT nos sedimentos e bioensaios laboratoriais com vista à avaliação da toxicidade dos sedimentos.pt
dc.description.abstractDue to intense anthropogenic activities, the estuarine areas are often outbreaks of pollution. An example is the pollution by tributyltin (TBT) - a biocide present in antifouling paints applied to boat hulls. Estuaries typically harbour commercial ports, marinas and shipyards, and consequently there is an intense naval traffic and intense release of TBT into the water, thus contaminating the entire estuarine environment. Despite the use of TBT in antifouling paints for vessels had been banned in September 2008, the persistence of this compound in sediments may cause a slow decline in pollution levels over time. Using the Ria de Aveiro as a case study, it was intended in this work to develop a methodology that could make an integrated assessment of sediment quality in estuarine areas subject to intense naval traffic, particularly the biological effects caused by the presence of TBT in sediments. To accomplish this objective, there were monitoring surveys of imposex in some species of gastropods in the Ria de Aveiro - Nassarius reticulatus and Nucella lapillus - as well as chemical monitoring of TBT in sediments. Additionally, in the laboratory, the gastropods Nassarius reticulatus and Hydrobia ulvae were exposed to sediment collected from several sites of Ria de Aveiro. These bioassays measured the development of imposex as a specific response to the presence of TBT in sediments. Other bioassays were used in order to evaluate the overall sediment toxicity to other organisms, including bioassays with the gastropod Potamopyrgus antipodarum exposed to sediment and bioassays with larvae of sea urchin, Paracentrotus lividus, exposed to sediment elutriates. It is proposed in this work a holistic approach to the assessment of pollution by TBT in estuarine areas, combining biological monitoring (imposex), chemical monitoring of TBT in sediments and laboratory bioassays for the assessment of sediment quality.pt
dc.language.isoengpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectEcotoxicologiapt
dc.subjectEcossistemas marinhospt
dc.subjectGastrópodespt
dc.subjectTributilestanho - Ria de Aveiro (Portugal)pt
dc.titleIntegrative approach for the assessment of TBT pollution in estuarine areaspt
dc.title.alternativeAbordagem integrada para a avaliação da poluição por TBT em áreas estuarinaspt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
Appears in Collections:BIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado
PT Mar - Dissertações de mestrado
Ria - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
6221.pdf2.17 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.