Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/40578
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Carlos Alberto Lourenço dospt_PT
dc.contributor.authorMinhoto, Bárbara Andreia Ferreirapt_PT
dc.date.accessioned2024-02-07T10:27:27Z-
dc.date.available2024-02-07T10:27:27Z-
dc.date.issued2023-12-04-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/40578-
dc.description.abstractAo longo de todo este trabalho foi realizada uma análise de indicadores económico-financeiros de algumas administrações portuárias portuguesas, tais como a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, S.A; a Administração do Porto de Aveiro, S.A; a Administração do Porto da Figueira da Foz, S.A; a Administração do Porto de Lisboa, S.A; a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, S.A; a Administração dos Portos de Sines e do Algarve (Faro e Portimão), S.A; os Portos dos Açores, S.A; e a Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira, S.A. Os indicadores foram calculados com base nos valores disponibilizados nas demonstrações financeiras de cada uma das administrações. Esta análise teve como principal objetivo perceber o tipo de influência que a COVID 19 teve no comportamento dos mesmos, entre os anos de 2018 e 2021. Assim concluiu-se que os indicadores mais afetados pelo aparecimento da pandemia foram os de movimentação portuária, sendo que os portos mais afetados neste aspeto são aqueles que registam movimento de navios de cruzeiro.pt_PT
dc.description.abstractAn analysis of economic-financial indicators was carried out throughout this work, on some Portuguese Port administrations, such as Administration of Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, S.A; the Administration of Porto de Aveiro, S.A; the Administration of Porto da Figueira da Foz, S.A; the Administration of Porto de Lisboa, S.A; the Administration of Portos de Setúbal e Sesimbra, S.A; the Administration of Portos de Sines e do Algarve (Faro e Portimão), S.A; the Portos dos Açores, S.A; and the Administration of Portos da Região Autónoma da Madeira, S.A. The indicators were calculated based on the values available on the financial statements of each administration. The main objective of this analysis was to understand the type of influence that COVID 19 had on their behavior, between 2018 and 2021. Thus, it was concluded that the indicators most affected by the emergence of the pandemic were port movement, with the ports most affected in this aspect being those that register cruise ship movement.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectCOVID 19pt_PT
dc.subjectIndicadores económico-financeirospt_PT
dc.subjectMovimento portuáriopt_PT
dc.subjectPower BIpt_PT
dc.subjectAnálise de dadospt_PT
dc.subjectBig datapt_PT
dc.subjectKPIpt_PT
dc.subjectBussiness intelligencept_PT
dc.subjectAdministração portuáriapt_PT
dc.titleO Power BI como ferramenta de análise de dados: impacto da COVID 19 no movimento portuáriopt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt_PT
dc.description.masterMestrado em Contabilidade e Controlo de Gestãopt_PT
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
ISCA-UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Barbara_Minhoto.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.