Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/40225
Title: The missing story behind Portuguese design: a view on women designers
Other Titles: A história ausente do design português: uma visão sobre as mulheres designers
Author: Néo, Maria Bruno
Barreto, Susana
Mendonça, Luís
Keywords: Portuguese design
Invisible histories
Women designers
Life stories
Inclusive design education
Issue Date: Mar-2023
Publisher: UA Editora
Abstract: This article describes a lack of inscription and use of knowledge and experience of female artists and designers in Portuguese design history. This fact has been noted in the literature review, particularly after the Portuguese revolution of 1974, but nowadays it is even more critical, which highlights the need for mapping and analysis, the present and the past. Portuguese design literature tends to use the same canonical personas over time. Due to socio-historical issues, some designers who did not fit in the stereotype of the western white male, were positioned in secondary and peripheral roles with little or no recognition in Portuguese design history. Their role was invisible and as such, they were neither selected nor represented. They were then two times undervalued: in their performance and in literature, and this avoidance has been perpetuated throughout history. This study aims at contributing to correcting this imbalance and fostering a true presence in Portuguese design history. The following methods were selected for this research: visual analysis of images, interviews, and life stories in natural settings. The findings were interwoven with a literature review. After a systematic analysis of the content from primary and secondary sources, strategies emerged to approach Portuguese design history as a discipline that is both in touch with reality and in conveying an inclusive reality of history. The expected outcomes of this research focus on a methodology to identify and map actors of this practice.
Este artigo descreve a omissão da inscrição e da utilização de conhecimentos e da experiência de mulheres, artistas e designers, na história do design português. Esta constatação, particularmente após a revolução de abril de 1974, resulta da revisão bibliográfica realizada. Atualmente esta ausência é ainda mais crítica, o que realça a necessidade de mapeamento e análise, quer do presente quer do passado. A literatura portuguesa de design tende a registar as mesmas protagonistas ao longo do tempo. Devido a questões socio-históricas, alguns designers, que não se enquadravam no estereótipo do homem branco ocidental, foram posicionados em papéis secundários e periféricos com pouco ou nenhum reconhecimento no contexto da história do design português. O seu papel era invisível e, como tal, não eram selecionados nem representados. Foram duplamente subvalorizados: no seu período ativo e na literatura, cuja omissão foi perpetuada ao longo da história. Este estudo visa contribuir para corrigir este desequilíbrio e promover uma verdadeira presença na história do design português. Os métodos selecionados para esta investigação foram a análise visual de imagens, as entrevistas e histórias de vida em cenários naturais. As observações foram relacionadas com uma revisão bibliográfica. Após a análise sistemática do conteúdo de fontes primárias e secundárias, conceberam-se estratégias para abordar a história do design português como uma disciplina que tanto está em contacto com a realidade como na transmissão de uma realidade inclusiva da história. As conclusões desta investigação originam uma sugestão de adoção de uma metodologia para identificar e mapear os criativos desta prática.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10773/40225
DOI: 10.48528/pbag-9511-14
ISBN: 978-972-789-845-9
Appears in Collections:ID+ - Capítulo de livro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Néo et.al_ud2022.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.