Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/40150
Title: Determinação de um índice de risco de incêndio rural por comportamento humano
Author: Almeida, Pedro Eduardo da Conceição
Advisor: Miranda, Ana Isabel Couto Neto da Silva
Menezes, Isilda Augusta Luís Pereira Cunha
Keywords: Probabilidade de ignição
Portugal continental
Densidade populacional
Uso do solo
Vias de comunicação
Defense Date: 13-Dec-2023
Abstract: As ignições de incêndios rurais são frequentemente associadas a fatores ambientais e climáticos. Contudo, o comportamento humano desempenha um papel bastante significativo nestas ocorrências. O presente trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um índice de risco, que descreva da forma mais aproximada possível os padrões associados à possibilidade de existência de ignição de incêndio rural por ação humana. Foi efetuada uma análise exaustiva com o intuito de identificar os fatores ou causas associadas às ignições em Portugal Continental, um território que se localiza na zona mediterrânica do continente europeu. Implementou-se um modelo de regressão linear para a obtenção de uma equação que descrevesse estatisticamente as relações entre variáveis, como a densidade populacional, vias de comunicação, uso do solo e número de ignições registadas numa determinada região, no período de 2001 a 2020. Com intuito de identificar os padrões geoespaciais existentes entre as diversas variáveis, aplicou-se a interpolação espacial, com o método de krigagem. Obteve-se um mapa de risco de ignição de incêndio rural por ação humana para a totalidade da área de estudo. Os resultados demonstraram que fatores como o uso do solo e a presença de vias de comunicação têm um papel preponderante nas ignições de origem humana. O índice de risco identificou de forma bastante fiável as zonas de maior risco, bem como os aspetos críticos a elas associados. A região do Alentejo foi a que evidenciou menos adequabilidade à aplicação do índice obtido.
Wildfire ignitions are often associated with environmental and climatic factors. However, human behavior plays a very significant role in these occurrences. The aim of this work is to develop a risk index that describes as closely as possible the patterns associated with the possibility of rural fires being ignited by human action. An exhaustive analysis was carried out to identify the factors or causes associated with ignitions in mainland Portugal, a territory located in the Mediterranean zone of the European continent. A linear regression model was implemented to obtain an equation that would statistically describe the relationships between variables such as population density, communication routes, land use and the number of ignitions recorded in a given region between 2001 and 2020. To identify the geospatial patterns between the various variables, spatial interpolation was applied using the kriging method. A map of the risk of rural fire ignition by human action was obtained for the entire study area. The results showed that factors such as land use and the presence of communication routes play a major role in human-caused ignitions. The risk index quite reliably identified the areas most at risk, as well as the critical aspects associated with them. The Alentejo region was the least suitable for applying the index.
URI: http://hdl.handle.net/10773/40150
Appears in Collections:DAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Pedro_Almeida.pdf2.79 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.