Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/39637
Title: Casa da Mata program: impact on executive functions in preschool children
Other Titles: Programa Casa da Mata: impacto nas funções executivas em crianças em idade pré-escolar
Author: Justo, Mariana Carvalho
Advisor: Figueiredo, Aida
Bem-Haja, Pedro
Keywords: Executive functioning
Nature kindergartens
Self-regulation
Working memory
Cognitive flexibility
Children
Defense Date: 13-Jul-2023
Abstract: The Casa da Mata Program (PCM), an educational program within the Limites Invisíveis Project, is aimed at children aged three to six and seeks to raise awareness of the importance of nature spaces in children's learning, development, and well-being. Participation in the PCM is voluntary, and the participants are children attending three kindergartens in the city of Coimbra. The literature highlights the proliferation of educational institutions that have adopted the methodology of Nature Kindergartens, such as PCM, and reports their tangible benefits, including the development of autonomy, increased confidence, and even enhancement of children's cognitive abilities, among others. The study employs a quasi-experimental design, with the following objectives: i) to analyze the impact of extended and systematic nature experiences on the executive functioning skills of preschool children attending PCM, and consequently, identify the influenced skills; and ii) to provide evidence-based recommendations for educators and parents regarding the potential benefits that nature education may have on the development of executive functioning skills in preschool children. The study included a total of 49 children aged three to six years, with two experimental groups and a control group. Executive functions were assessed using the Dimensional Change Card Sort (DCCS), Corsi Block-Tapping Task, and Head-Toes-Knees-Shoulders Task (HTKS) to measure cognitive flexibility, working memory, and self-regulation, respectively. The statistical analysis was performenad in Excel, Jamovi version 2.3.21 e Jasp version 0.17.2.1. The results revealed significant improvements in self-regulation, cognitive flexibility, and working memory among children in the experimental group. Network analysis, which is a method used to examine the relationships among interconnected entities, such as the dimensions studied, further demonstrated the conditional dependencies among them. The mediation analysis reported self-regulation as a mediator in the relationship between cognitive flexibility and working memory. These findings underscore the potential of nature-based interventions to enhance cognitive skills in early childhood, emphasizing the crucial role of self- regulation. Nevertheless, further research is needed to explore the importance and impact of self-regulation on executive functioning dimensions.
O Programa Casa da Mata (PCM), oferta educativa do Projeto Limites Invisíveis, destina-se a crianças dos três aos seis anos e pretende sensibilizar para a importância do espaço natureza na aprendizagem, desenvolvimento e bem- estar das crianças. A participação no PCM é voluntária e os participantes são crianças que frequentam três jardins de infância, na cidade de Coimbra. A literatura evidencia uma disseminação de instituições educativas que adotaram a metodologia das Nature Kindergartens, a exemplo do PCM, e relata os seus benefícios concretos, tais como o desenvolvimento da autonomia, o aumento da confiança e até mesmo aprimoramento das capacidades cognitivas das crianças, entre outras. O estudo tem uma tipologia quase-experimental, tendo como objetivos i) analisar o impacto de experiências prolongadas e sistemáticas na natureza sobre as competências de funcionamento executivo de crianças em idade pré-escolar que frequentam os PCM e, consequentemente perceber quais as competências influenciadas; e ii) fornecer recomendações baseadas na evidência para educadores e pais sobre os potenciais benefícios que uma educação na natureza pode ter no desenvolvimento das competências do funcionamento executivo em crianças em idade pré-escolar. O estudo incluiu um total de 49 crianças com idades compreendidas entre os três e os seis anos, com dois grupos experimentais e um grupo de controlo. As funções executivas foram avaliadas através do Dimensional Change Card Sort Test (DCCS), do Corsi Block-Tapping Task e da Head-Toes-Knees-Shoulders Task (HTKS) para medir a flexibilidade cognitiva, a memória de trabalho e a autorregulação, respetivamente. As análises estatísticas foram elaboradas no Excel, Jamovi versão 2.3.21 e Jasp versão 0.17.2.1. Os resultados revelaram melhorias significativas na autorregulação, flexibilidade cognitiva e memória de trabalho entre as crianças do grupo experimental. A análise de rede, método utilizado para analisar as relações entre entidades interconectadas, tal como as dimensões do funcionamento executivo estudadas, demonstrou as dependências condicionais entre as mesmas. A análise de mediação reportou a autorregulação como mediadora na relação entre a flexibilidade cognitiva e a memória de trabalho. Estes resultados enaltecem o potencial das intervenções baseadas na natureza para melhorar as competências cognitivas na infância, realçando o papel crucial da autorregulação. Não obstante, é necessária mais investigação para explorar a importância e o impacto da autorregulação nas dimensões do funcionamento executivo.
URI: http://hdl.handle.net/10773/39637
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DEP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Mariana_Justo.pdf685.02 kBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.