Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/35575
Title: A adoção do relato integrado pelas empresas portuguesas com valores cotados: motivações, obstáculos e práticas
Author: Correia, Inês dos Anjos
Advisor: Carmo, Cecília Margarita Rendeiro do
Keywords: Relatório integrado
Relato não financeiro
Estrutura <ir>
Sustentabilidade
Defense Date: 5-Dec-2022
Abstract: O relato integrado consubstancia-se como uma resposta às limitações do relato tradicional e embora lhe sejam atribuídas inúmeras vantagens, esta prática é, ainda, voluntária na generalidade dos países. Em Portugal, apenas quatro empresas cotadas prepararam relatórios integrados para o exercício económico de 2021. Neste contexto, o objetivo deste estudo é o de caracterizar o atual processo de adoção do relato integrado pelas empresas cotadas portuguesas, identificando motivações para a adoção voluntária, razões para a não adoção e práticas de relato implementadas. Para tal, recorreu-se a um inquérito por questionário dirigido a empresas adotantes e não adotantes do relato integrado, bem como à análise de conteúdo dos seus documentos de relato. Os resultados revelam motivações para o relato integrado associadas a pressões externas ou tendências de relato de outras empresas. Já a principal razão para a não adoção prende-se com o seu custo de implementação. No que respeita a práticas de relato implementadas, a experiência de preparação de um relatório de sustentabilidade parece facilitar a elaboração do relatório integrado. Também se constata que as empresas que adotam o relato integrado têm experiência na aplicação de vários referenciais de relato de informação não financeira e de certificação da mesma através de uma garantia limitada de fiabilidade. A junção de todos os documentos de relato num relatório “único” também é uma prática levada a cabo por algumas empresas antes de aplicarem a Estrutura <IR>. A evidência recolhida também demonstra que existem relatórios integrados designados simplesmente de Relatório e Contas e há relatórios “únicos” designados de relatórios integrados.
Integrated reporting is a response to the limitations of traditional reporting and although numerous advantages are attributed to it, this practice is still voluntary in most countries. In Portugal, only four listed companies have prepared integrated reports for the 2021 fiscal year. In this context, the aim of this study is to characterize the current process of adoption of integrated reporting by Portuguese listed companies, identifying motivations for voluntary adoption, reasons for non-adoption and the reporting practices implemented. For this purpose, a questionnaire survey was addressed to adopters and non-adopters of integrated reporting, and a content analysis of their reporting documents was performed. The results reveal motivations for integrated reporting associated with external pressures or reporting trends of other companies. The main reason for non-adoption is related to the cost of implementation. With regard to implemented reporting practices, the experience of preparing a sustainability report seems to facilitate integrated reporting. It was also found that companies adopting integrated reporting have experience in applying various reporting frameworks for non-financial information and certifying it through a limited assurance of reliability. Bringing all the reporting documents together into a "single" report is also a practice undertaken by some companies before applying the <IR> Framework. The evidence gathered also shows that there are integrated reports referred as Annual Report and there are "single" reports referred to as integrated reports.
URI: http://hdl.handle.net/10773/35575
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
ISCA-UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Inês_Correia.pdf1.49 MBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.