Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/35403
Title: Da relação entre consumo mediático, solidão e participação política: o caso dos jovens em Portugal
Author: Feio, Catarina Maria Dias Pinheiro Peralta
Advisor: Silva, Lídia de Jesus Oliveira Loureiro da
Martins, José Manuel Gaspar
Keywords: Jovens
Consumo mediatico
Soldião
Participação política
Defense Date: 13-Jul-2022
Abstract: Com o objetivo de compreender se existe uma correlação entre consumo mediático, solidão e participação política no caso dos jovens em Portugal, a presente dissertação é um estudo exploratório que pretende correlacionar os três temas apresentados. A investigação estrutura-se numa primeira fase de contextualização da população e enquadramento teórico, seguida pela análise de dados recolhidos através de um inquérito por questionário (survey) com uma amostra de 337 participantes. Os resultados identificam que os jovens realizam maioritariamente o seu consumo mediático nos novos media, sendo nas redes sociais que dedicam mais tempo diariamente. É também nas redes sociais que consomem notícias com maior regularidade, apesar de serem estas que elegem como sendo as que menos confiam para reportar as notícias corretamente. O estudo permitiu aferir que os jovens que mais notícias consomem tendem a ser mais ativos na sua participação política e cívica e destaca-se a partilha de conteúdos informativos nas redes sociais como uma nova forma de participar politicamente. Salienta-se ainda que o estudo permite concluir que os jovens que passam mais tempo nas redes sociais apresentam uma maior taxa de solidão, tal como os jovens que dedicam mais tempo diariamente a fazer streaming e a jogar online. Identificam-se ainda relações positivas e negativas entre a taxa de solidão dos jovens e diferentes tipos de participação política, foram também evidenciadas relações entre consumo mediático e consumo de notícias e a participação política e confiança nos políticos e no governo.
To understand whether there is a correlation between media consumption, loneliness and political participation, in the case of young people in Portugal, the present investigation is an exploratory study that aims to correlate the three themes presented. This investigation is structured by a first phase of population contextualization and theoretical framework, followed by the analysis of data collected through a questionnaire survey with a sample of 337 participants. The results show that young people mostly spend their media consumption on the new media, being on social media that they dedicate more time daily. It is also on social media that they consume news more regularly, despite this being the platform that they choose as the one they trust the least to report the news correctly. The study allowed us to verify that young people who consume more news tend to be more active in their political and civic participation and that the sharing of informative content on social media stands out as a new way to participate politically. It should also be noted that the study allows us to conclude that young people who spend more time on social networks have a higher rate of loneliness, as do young people who dedicate more time daily to streaming and playing online. There are also positive and negative relationships between the loneliness rate of young people and different types of political participation. Relationships between media consumption and news consumption with political participation and trust in politicians and government were also evidenced.
URI: http://hdl.handle.net/10773/35403
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DeCA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Catarina_Feio.pdf5.11 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.