Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/32783
Title: The wild boar and the farmers: the importance of the human dimension in resolving a case of conflict
Other Titles: O javali e os agricultores: a importância da dimensão humana na resolução de um caso de conflito
Author: Fontora, Vitória Margarida Ribeiro
Advisor: Pereira, Mário Jorge
Azeiteiro, Ulisses
Keywords: Local ecological knowledge
Attitudes
Sus scrofa
Human-wild boar conflict
Wildlife management
Defense Date: 24-Nov-2021
Abstract: The high population numbers of wild boar (Sus scrofa) have led to the emergence of several cases of conflict with humans around the world. Thus, in order to seek a solution to the problem, several population management measures have emerged and been applied: hunting, fencing, application of toxins, trapping, supplementary feeding, vaccination, and contraception. However, none of them is fully effective and capable of ending the problem. Thus, ethnobiology and local ecological knowledge (LEK) were used as a tool to help create realistic and achievable wild boar management plans. To this end, 41 semi-structured interviews were conducted with farmers from a village in Viseu, in order to collect their LEK and their attitudes towards wild boar management and conservation plans. It was found that there is an information gap on topics such as the existence of predators, the operation of wild boar hunting and its conservation status. As for conservation attitudes, the vast majority see the wild boar as a problem and a source of expense, opposing its conservation and supporting its extermination. With all this in mind, a multidisciplinary and flexible plan was proposed, with the ability to mold itself to the different needs of different stakeholders in different locations. In parallel, the creation of local organizations responsible for supporting the population affected by the conflict was also proposed. In order to combat misinformation, all of this must be accompanied by a strengthening in the education and awareness of the local population.
Os elevados números populacionais do javali (Sus scrofa) têm levado ao surgimento de variados casos de conflito com o ser humano em todo o mundo. Assim, de maneira a procurar uma solução para o problema, têm surgido e sido aplicadas diversas medidas de gestão populacional: caça, uso de cercas, aplicação de tóxicos, colocação de armadilhas, alimentação suplementar, vacinação e contraceção. No entanto, nenhuma dela é totalmente eficaz e capaz de pôr um fim ao problema. Deste modo, a etnobiologia e conhecimento ecológico local (CEL) foram usados como ferramenta de auxílio à criação de planos de gestão do javali realistas e exequíveis. Para tal, foram realizadas 41 entrevistas semiestruturadas a agricultores de uma aldeia de Viseu, com o objetivo de recolher o seu CEL e as suas atitudes em relação aos planos de gestão e de conservação do javali. Verificou-se que há um vazio de informação em tópicos como a existência de predadores, o funcionamento da caça ao javali e o seu estado de conservação. Quanto às atitudes de conservação, a grande maioria vê o javali como um problema e uma fonte de despesas, opondo-se à sua conservação e apoiando o seu extermínio. Com tudo isto em mente, foi proposto um plano multidisciplinar e flexível, com capacidade de se moldar às diferentes necessidades dos diferentes stakeholders de diferentes localidades. Paralelamente, foi ainda proposto a criação de organizações locais responsáveis pelo apoio à população afetada pelo conflito. Para combater a desinformação, tudo isto deve ser acompanhado por um reforço na educação e sensibilização da população local.
URI: http://hdl.handle.net/10773/32783
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DBio - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Vitoria_Fontora.pdf1.24 MBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.