Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/3159
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGärtner, Maria de Fátima Moutinhopor
dc.contributor.advisorDomingues, Maria do Rosário Gonçalves dos Reis Marquespor
dc.contributor.authorSousa, Rui Pedro Meireles depor
dc.coverage.spatialAveiropor
dc.date.accessioned2011-04-19T14:33:25Z-
dc.date.available2011-04-19T14:33:25Z-
dc.date.issued2010por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/3159-
dc.descriptionMestrado em Métodos Biomolecularespor
dc.description.abstractPelo menos 80-85% dos tumores da glândula mamária dos felídeos são malignos. Estes tumores ocorrem em média entre os 10-11 anos de idade e são o terceiro tumor mais frequente nesta espécie, precedidos dos tumores hematopoiéticos e cutâneos. A incidência destes tumores nos felídeos é inferior em cerca de metade aos dos canídeos e humanos. Contudo, as neoplasias mamárias correspondem a 17% de todos os tumores que ocorrem na gata, que metastizam com frequência, principalmente para o pulmão e gânglios linfáticos. Com este projecto foi utilizada a ciclooxigenase-2 (COX-2), que é uma proteína enzimática que medeia a produção de prostoglandinas e tromboxano a partir do ácido araquidónico, estando a COX-2 envolvida no processo inflamatório, de forma a estudar a sua expressão no epitélio luminal de várias patologias da glândula mamária da gata. Há evidências que a COX-2 tem um papel importante na tumorogénese através da estimulação da proliferação celular, inibição da apoptose, indução da angiogénese, invasão celular, imunosupressão e aumento de factores mutagénicos. Está também descrito que a expressão aumentada da COX-2 em linhas celulares de cancro da mama da mulher aumenta a migração e invasão celular. Posto isto, foi avaliado o comportamento da COX-2 em várias neoplasias mamárias da gata, do arquivo de lâminas de 1998 a 2009 do laboratório de Patologia Veterinária do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, desde mama sem qualquer alteração, passando por hiperplasias e displasias e neoplasias benignas e malignas. Foram feitas correlações entre o indice proliferativo, para o qual foi utilizado o Ki-67 (MIB) que é detectado em várias fases de proliferação celular (G1,S,G2 e Mitose). Com a Caderina Epitelial (E-Cad) também foram realizadas correlações visto esta proteína estar presente nas junções das células, sendo que a falta desta entre os espaços inter-celulares poderá promover a migração celular provocando metastização. Para este trabalho foi utilizado o método de imunohistoquímica em tecidos parafinados utilizando anticorpos anti-COX-2, anti-Ki67 e anti-E-Cad. Foi verificado neste estudo, que a E-Cad, proteína de adesão celular, apresenta uma grande escassez de imunoreactividade em neoplasias malignas, nomeadamente em Carcinomas Sólidos, contudo o Carcinoma Tubulopapilar apresentou uma conservação desta proteína devido a necessidade deste carcinoma se organizar em estruturas tubulosas e papilares conferindo assim uma conservação da E-Cad. Foi observado que algumas neoplasias apresentaram uma localização aberrante da E-Cad no Citoplasma, em carcinomas sólidos, carcinomas tubulopapilares e de salientar a neoplasia benigna, o fibroadenoma papilar. A relação obtida desta proteína com a COX-2 e o Ki-67, quando há uma perda de expressão da Caderina Epitelial, há um aumento da imunomarcação tanto da COX-2 como da expressão do Ki-67, revelando ser um mau prognóstico. No Ki-67 foi verificado que o Carcinoma Sólido apresentava um maior índice proliferativo, demonstrando que pode ser uma característica de pior prognóstico. Quanto à COX-2 foi observado uma maior intensidade em neoplasias malignas, relativamente a estas, as neoplasias benignas apresentaram uma menor percentagem e intensidade, o que pode demonstrar uma evolução no processo neoplásico, revelando assim que COX-2 poderá estar envolvida na carcinogénese da mama de gata. ABSTRACT: At least 80-85% of tumors of the mammary gland of cats are malignant. These tumors occur on average between 10-11 years of age and are the third most common tumor in this species, followed by hematopoietic and skin tumors. The incidence of these tumors in cats is lower by about half those of canines and humans. However, this type of tumors represents a 17% of all tumors that occur in the cat that frequently metastasize, and in a short time, especially for lung and lymph nodes. With this project we analyze the expression of cyclooxygenase-2 (COX-2) which is a protein enzyme that mediates the production of prostoglandines and thromboxane from arachidonic acid, COX-2 is known to be involved in the inflammatory process. There is evidence that COX-2 has an important role in tumorigenesis by stimulating cell proliferation, inhibition of apoptosis, induction of angiogenesis, cell invasion, immunosuppression and increase of mutagenic factors. Is also described that the increased expression of COX-2 in cell lines of breast cancer in women increases migration and cell invasion. We evaluated the behavior of COX-2 in several mammary tumors of the cat, with slides archive since 1998 to 2009 from the Laboratory of Veterinary Pathology at the Institute of Biomedical Sciences Abel Salazar, with normal breast tissue, through hyperplasia, dysplasia, benign and malignant neoplasms. For proliferative index was used Ki-67 (MIB) that is detected at various stages of cell proliferation (G1, S, G2 and Mitosis). With Epithelial Cadherin (E-Cad) were also performed comparisons, since this protein is present at the junctions of the cells, and lack thereof between the inter-cellular spaces can promote cell migration causing metastasis. For this work we used the method of immunohistochemistry in paraffin embedded tissues using anti-COX-2, anti-Ki67 and anti-E-Cad. It was considered that E-Cad, cell adhesion protein, showed a lack of immunoreactivity in malignant neoplasms, particularly in Solid Carcinomas, however tubulo papillary carcinoma showed a conservation of this protein due to carcinoma organization in tubular and papillary structures giving thus conservation of E-Cad in 68.42%. It was observed that some tumors showed an aberrant localization of E-Cad in the cytoplasm, in solid carcinomas, carcinomas tubulopapilares and to emphasize the papillary fibroadenoma a benign tumor. The comparison of this protein with COX-2 and Ki-67, when a loss of expression of Epithelial Cadherin, there is an increase in both immunostaining of COX-2 as the expression of Ki-67, proving to be a poor prognosis. In Ki-67 was found that the solid carcinoma had a higher proliferative index, indicating that it can be a feature of poor prognosis. As for COX-2 was observed a greater intensity in malignant neoplasms, for these, benign tumors had a lower percentage and intensity, which can demonstrate an evolution in the neoplastic process, thus revealing that COX-2 may be involved in carcinogenesis of female cat breast tumors.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade de Aveiropor
dc.relation.urihttp://opac.ua.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000236353por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectMétodos biomolecularespor
dc.subjectPatologia mamáriapor
dc.subjectGlândulas mamáriaspor
dc.subjectTumorespor
dc.subjectMutagénesepor
dc.titleA expressão da COX-2 em patologias da glândula mamária da gatapor
dc.typemasterThesispor
thesis.degree.levelMestradopor
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropor
Appears in Collections:DQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
2010001409.pdf2.1 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.