Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/30817
Title: Food decarbonization: students’ perceptions of meat consumption reduction in a Portuguese university
Other Titles: Descarbonização alimentar: perceção dos estudantes sobre o consumo de carne numa universidade portuguesa
Author: Figueiredo, Catarina Rafaela Pais
Advisor: Azeiteiro, Ulisses Manuel de Miranda
Carvalho, Sara Daniela Fontes da Costa
Keywords: Higher education institutions
Sustainable education
Agri-food systems
Climate change
Defense Date: 10-Feb-2021
Abstract: This dissertation presents the results of a research about meat consumption in universities targeting students at the University of Aveiro. This is a timely research topic addressed in a context of climate change and agri-food systems sustainability and the role of education for sustainable development. The motivation for this study is to understand the student’s perceptions and attitudes about meat consumption. In the last few years universities adopted climate change mitigation measures, dealing with topics such as recycling, water and energy consumption and cutting food-related carbon emissions by removing beef and lamb from dietary offer. In this context is important to perceive the students’ knowledge about sustainability action plans, mainly in the university niche. The results show PhD and male students with a low level of awareness to reduce meat consumption and thus stressing the importance of climate change education and climate literacy in Universities. Female students are usually more receptive to diet changes since eating meat is sometimes linked to male stereotypes. This dissertation results will support a participatory discussion in the university that should include stakeholders, students, teaching and non-teaching staff to better analyze the theme of decarbonization through dietary changes and reducing the carbon footprint.
Esta dissertação apresenta os resultados de uma investigação sobre o consumo de carne em universidades, dirigida a alunos da Universidade de Aveiro. Este é um tópico de grande importância, abordado no contexto de alterações climáticas e sustentabilidade dos sistemas agroalimentares, assim como no papel da educação para o desenvolvimento sustentável. A motivação para este estudo é entender as perceções e atitudes dos alunos em relação ao consumo de carne. Nos últimos anos, as universidades adotaram medidas de mitigação referentes às mudanças climáticas, com temas como reciclagem, consumo de água e energia e redução das emissões de carbono relacionadas aos alimentos, eliminando carne de vaca e cabrito das ementas. Nesse contexto, é importante perceber o conhecimento dos alunos sobre os planos de ação de sustentabilidade, principalmente no nicho universitário. Os resultados mostram estudantes de doutoramento e do sexo masculino menos recetivos na redução do consumo de carne e, assim, enfatizando a importância da educação em relação às alterações climáticas, incluindo nas universidades. As estudantes geralmente são mais recetivas às mudanças na dieta, já que comer carne, por vezes, está relacionado com estereótipos masculinos. Os resultados desta dissertação irão apoiar uma discussão participativa na universidade que deve incluir stakeholders, alunos, docentes e não docentes para uma melhor análise do tema da descarbonização através de mudanças alimentares e redução da pegada de carbono.
URI: http://hdl.handle.net/10773/30817
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DBio - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Catarina_Figueiredo.pdf658.55 kBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.