Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/30816
Title: The importance of trophic restoration in the conservation of the Iberian wolf
Other Titles: A importância da restauração trófica na conservação do lobo-ibérico
Author: Mendes, Mariana Isabel Rossa
Advisor: Carvalho, João Luís Oliveira
Fonseca, Carlos Manuel Martins Santos
Keywords: Diet
Distance sampling
Environmental favourability
Habitat selection
Livestock
Relative abundance index
Roe deer
Defense Date: 15-Feb-2021
Abstract: The Iberian wolf (Canis lupus signatus) population on the south of the Douro river faces different conservation challenges caused by genetic isolation, hybridization with both feral and stray dogs, habitat fragmentation, and the possibility of Human-Wolf conflicts triggered by predation on livestock. The high level of livestock predation reflects, among other things, the absence or reduced abundance of wild preys. The restoration of the trophic chain through the reinforcement of the roe deer (Capreolus capreolus) population emerges as a solution to this problem. The present work studies the challenges and opportunities of this restoration of the trophic chain in the current distribution of Iberian wolf south of Douro river. The first study analysed the diet of the Iberian wolf south of the Douro river. The results showed that the Iberian wolf feeds mainly on livestock (c. 65% of the diet) and that the main prey was the domestic goat (Capra hircus; absolute occurrence, AO: 0.52; relative volume, RV: 52%). The wild animals most consumed by the Iberian wolf were wild boar (Sus scrofa; AO: 0.22; RV: 16%), birds (AO: 0.15; RV:8%) and hare (Lepus europaeus; AO: 0.08; RV: 7%). The roe deer consumption was detected in a sample collected in the Western region where reintroduction processes have been taking place annually since 2013. This presence is indicative that the reintroduction processes have been successful and that the Iberian wolf has started to feed on roe deer. The second study aimed to update the distribution, estimate the density and relative abundance and study the habitat favourability of roe deer population in this area using camera trap and transects to detect pellet groups. The relative abundance showed that roe deer population decrease from Southern to Northern and East to Western locations, indicating that the roe deer population is expanding. The roe deer presence and relative abundance are influenced by the topography (i.e. mainly present and abundant in valleys with moderate slopes) and by land cover (i.e. mainly present and abundant in native forests with understorey composed by herbs). Water availability and mean altitude only had a significant effect on the relative abundance of roe deer. Habitat heterogeneity and anthropogenic presence had no significant effect on habitat selection. Through the selected environmental characteristics, a map of environmental favourability was developed. Locations of great environmental favourability and with low density of roe deer are potential sites for the adoption of measures that lead to a reinforcement of roe deer population in this area. In addition, the selected sites are strategically positioned to promote the natural expansion of established roe deer populations and overlap the current distribution of Iberian wolf. These results are an important step towards the restoration of the trophic chain and to reduce Human-Wolf conflicts.
A população de lobo-ibérico (Canis lupus signatus) a sul do rio Douro enfrenta diferentes desafios de conservação causados pelo isolamento genético da população, hibridação, fragmentação do habitat e a possibilidade de conflitos Homem-Lobo desencadeada pela predação de gado doméstico. São vários os motivos que potenciam a predação de gado doméstico por parte do lobo, sendo a ausência ou reduzida abundância de presas silvestres, um dos principais. A restauração da cadeia trófica através de reforços populacionais de corço (Capreolus capreolus) surge como uma das possíveis soluções a este problema. O presente trabalho estuda os desafios e oportunidades da restauração desta cadeia trófica na área de distribuição do lobo a sul do rio Douro. O primeiro estudo analisou a dieta do lobo-ibérico na área de estudo. Os resultados demonstraram que o lobo se alimenta principalmente de gado (c. 65% da dieta) e que a presa principal foi a cabra doméstica (Capra hircus; ocorrência absoluta, OA: 0.52; volume relativo, VR: 52%). Os animais selvagens que consumiu em maior quantidade foram, por ordem de representatividade, o javali (Sus scrofa; OA: 0.22; VR: 16%), aves (OA: 0.15; VR:8%) e a lebre (Lepus europaeus; OA: 0.08; VR: 7%). O consumo de corço foi detetado numa amostra recolhida na região oeste onde decorrem anualmente processos de reintrodução desde 2013. Esta presença é indicativa de que os processos de reintrodução foram bem-sucedidos e que o lobo começou a alimentar-se de corço. O segundo estudo teve como objetivo atualizar a distribuição, estimar a densidade e abundância relativa, e estudar a favorabilidade do habitat para o corço na área de estudo com base em técnicas de armadilhagem fotográfica e transectos para deteção de indícios. A abundância relativa estimada demonstrou que a população de corço diminui num gradiente sul-norte e este-oeste, indicando que a população de corço está em expansão. A presença e a abundância relativa de corço são influenciadas pela topografia (i.e. sobretudo presente e abundante em vales pouco íngremes) e pela cobertura de solo (i.e. sobretudo presente e abundante em florestas nativas com subcoberto composto por herbáceas). A disponibilidade de água e a altitude média apenas tiveram efeito significativo na abundância relativa de corço. A heterogeneidade de habitat e a atividade humana não tiveram efeito significativo na seleção de habitat. Através das características ambientais selecionadas foi desenvolvido um mapa de favorabilidade ambiental. As áreas de grande favorabilidade ambiental e com baixa densidade de corço são potenciais locais para a adoção de medidas que conduzam ao reforço das populações de corço. Adicionalmente, os locais selecionados estão estrategicamente localizados para promover a expansão natural das populações de corço estabelecidas e sobrepõem-se à atual distribuição de lobo-ibérico. Estes resultados constituem um importante passo para a restauração da cadeia trófica do lobo-ibérico e para a redução dos conflitos Homem-Lobo.
URI: http://hdl.handle.net/10773/30816
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DBio - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Mariana_Mendes.pdf2 MBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.