Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/30292
Title: Educação a distância em Moçambique: realidade e potencial
Author: Franque, António Domingues
Advisor: Ramos, Fernando
Keywords: Moçambique
Educação a distância
Sistema nacional de educação
Estratégia de desenvolvimento
Expansão do acesso à educação
Áreas estratégicas
Capital humano
Métodos mistos de investigação
Defense Date: 7-Feb-2020
Abstract: Em 1984, Moçambique iniciou a oferta do primeiro curso a distância e teve como público alvo professores sem formação pedagógica em atividade na educação primária. Durante a década de 90, surgiram novas iniciativas com a oferta de mais cursos a distância, essencialmente, a nível da formação de professores para o ensino primário e secundário envolvendo o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano e instituições do ensino superior. Com o tempo, o número de instituições que oferecem programas e cursos a distância aumentou significativamente, havendo programas, desde o nível primário ao superior, com uma diversidade de cursos oferecidos por provedores públicos e privados. O aumento de instituições trouxe consigo também um aumento no número de estudantes. Este crescimento foi sendo acompanhado de medidas por parte do governo que visam garantir um desenvolvimento harmonioso da modalidade de educação a distância através da criação de uma estrutura de coordenação da implementação da modalidade em território nacional, estabelecimento de políticas, regulamentos, estratégias e um sistema de acreditação, com vista à garantia da qualidade dos programas e cursos. O presente trabalho de investigação propõe-se a fazer um estudo que visa, por um lado, a sistematização do estágio atual da educação a distância em Moçambique, o potencial existente e, por outro, verificar o contributo que a educação a distância pode dar na formação do capital humano necessário à implementação do plano de desenvolvimento do país no âmbito da Estratégia Nacional de Desenvolvimento 2015-2035, olhando para o seu historial, caraterização da situação atual em termos de programas, cursos, alunos e organização.
Mozambique started the first distance education programme in 1984 for primary school teachers with no pedagogical training. In the ninties new initiatives emerged with more distance education programmes and courses mainly teacher training for primary and secondary education involving the Ministry of Education and Human Development and Higher Education institutions. Over the course of time, the number of distance education institutions increased substantially with a variety of programmes and courses from primary to tertiary level with the involvement of the public and private sector. The increase in the number of instituions was followed by an increase in number of students. The growth of distance education in Mozambique has been followed by a number of measures from the government to ensure the harmonious development of the modality with the set up of a structure for coordenation and implementation of the modality at national level as well as policies establishment, regulations, strategies and a system of accreditation for quality assurance. This research aims at looking at the current situation of distance education in Mozambique, its potential as well as how distance education can contribuite to the development of the needed human capital for the implementation of the National Strategic Plan 2015-2035 through its development, characterization of the present situation in terms of programmes, courses, students and organization.
URI: http://hdl.handle.net/10773/30292
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DeCA - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese António Franque.pdf32.42 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.