Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/29645
Title: Expetativas das famílias de etnia cigana relativas ao cuidar do enfermeiro de família
Other Titles: Gypsy family expectations for family nurse care
Author: Estanqueiro, Manuela Andreia Corga
Advisor: Loureiro, Helena Maria Almeida Macedo
Melo, Elsa
Keywords: Enfermagem familiar
Povo cigano
Expetativas (DeCS1)
Defense Date: 16-Jul-2020
Abstract: No âmbito do 3º semestre do 2º ano do Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Familiar foi desenvolvido um estágio de natureza profissional na USF Águeda + Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga, por se considerar um contexto de excelência para o desenvolvimento das competências específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Saúde Familiar. A elaboração deste relatório permitiu descrever o trajeto de aprendizagem realizado para a aquisição dessas competências ao longo do estágio e refletir sobre as mesmas. Durante o estágio foi desenvolvido um estudo empírico com a população de etnia cigana inscrita na área de abrangência da USF que teve como objetivo geral explorar as perceções e expetativas das Famílias de etnia Cigana relativas ao “Cuidar” do Enfermeiro de Família. O estudo foi realizado entre o mês de outubro de 2019 e janeiro de 2020, sendo descritivo exploratório com uma abordagem fenomenológica, segundo a metodologia qualitativa, cuja amostra intencional foi constituída por 16 pessoas de etina cigana representantes das suas famílias. A colheita de informação realizou-se através de entrevistas semiestruturadas, como forma de aceder às narrativas das experiências vividas e expetativas das famílias ciganas. Foi realizada a análise de conteúdo da informação com recurso ao software webQDA®. Os achados obtidos permitiram descrever as perceções e expetativas famílias de etnia cigana da USF Águeda + Saúde, as quais esperam um Enfermeiro de Família com competências interpessoais, nomeadamente empatia e competência cultural para uma compreensão mais efetiva destas famílias. Que seja um gestor de cuidados (dirigidos à pessoa e à família) enquanto educador para capacitar a família, recorrendo a linguagem simples e ilustrações; que faça um acompanhamento de cuidados adequado e que realize visitação domiciliária, no caso de não terem meio de transporte para a USF. Esperam que o Enfermeiro de Família seja um facilitador da articulação com a comunidade, como mediador interinstitucional e em parceria com o mediador cultural de etnia cigana. As expetativas verbalizadas estão em consonância com as competências do Enfermeiro Especialista de Enfermagem de Saúde Familiar tornando a especialização de Enfermagem em Saúde Familiar num imperativo para que o Cuidar do Enfermeiro de Família se oriente pela excelência do exercício profissional. Os Enfermeiros de Família da USF Águeda + Saúde, poderão, a partir das evidências deste estudo desenvolver um Cuidar mais satisfatório, na medida em que será culturalmente congruente com as expetativas das famílias de etnia cigana.
As part of the 3rd semester of the 2nd year of the Master's Degree in Family Health Nursing, a professional internship was developed at USF Águeda + Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga, because it is considered a context of excellence for the development of the specific competencies of the Nurse Specialist in Family Health Nursing. The elaboration of this report allowed us to describe the learning path taken for the acquisition of these competencies throughout the internship and to reflect on them. During the internship, an empirical study was carried out with the Roma population enrolled in the USF's area of influence, with the overall objective of exploring the perceptions and expectations of Roma families regarding the "Caring" for the Family Nurse. The study was carried out between October 2019 and January 2020 and was descriptive and exploratory with a phenomenological approach, according to the qualitative methodology, whose intentional sample consisted of 16 ethnic Roma persons representing their families who met the inclusion criteria. Information was collected through semi-structured interviews as a means of accessing narratives of the lived and expected experiences of Roma families. Information content analysis was conducted using webQDA® software. The evidences obtained made it possible to describe the perceptions and expectations of USF Águeda + Saúde's Roma families, who expect a Family Nurse with interpersonal skills. First and foremost, empathy and cultural competence for a more effective understanding of these families and that he or she be a care manager (directed at the person and the family) as an educator to empower the family using simple language and illustrations; that he or she provide appropriate care follow-up and make home visits if they have no means of transportation to the USF. They also expect the Family Nurse to be a facilitator of community liaison, as an inter-institutional mediator and in partnership with the Roma cultural mediator. The expectations are in line with the competencies of the Nurse Family Health Specialist making the specialization of Family Health Nursing an imperative for the Care of the Family Nurse to be guided by excellence in professional exercise. The Family Nurses of USF Águeda + Saúde as a result of the evidences of this study will be able to develop a more satisfactory Care, as it will be culturally congruent with their expectations.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29645
Appears in Collections:ESSUA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento_Manuela Estanqueiro.pdf3.08 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.