Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10773/29472
Título: ValIDA: a validation therapy-training programme for staff of a residential care facility
Outros títulos: ValIDA: programa de formação em terapia de validação para staff de uma estrutura residencial para idosos
Autor: Oliveira, Mónica Pinho
Orientador: Sousa, Liliana
Palavras-chave: Validation therapy
Dementia
Residential care facility
Training
Staff
Quality of care
Data de Defesa: 3-Mai-2019
Resumo: The validation therapy comprises the use of humanistic techniques that help to better communicate and interact with persons with dementia, by accepting their reality and by validating their feelings. The aim of this study was to design, implement and evaluate a validation therapy-training programme (VALIDA) for staff members of a residential care facility in Aveiro, Portugal. VALIDA comprised two components: voluntary training sessions in group, and individual monitoring between sessions. This training enrolled 22 staff members. The programme evaluation comprised two modalities: a post-session questionnaire; and focus group interviews six months after the end of the programme. The results indicate that the sessions were well structured; and the group context was considered of value, since it allowed for the normalization of experiences and cooperation between participants. In addition, the individual monitoring was important, as it allowed for clarifying doubts and building a close relationship with the facilitator. Overall, the programme was well accept by the participants, with reported well-being on both personal and professional levels. These results suggest that VALIDA may lessen doubts related to dementia and consequently improve care quality, and, even reduce pharmacological interventions; diminish stress levels of staff; and promote a good work climate and team work among staff members.
A terapia de validação envolve um conjunto de técnicas humanistas, que focam competências de comunicação para melhor interagir com pessoas com demência, aceitando as suas realidades e validando os seus sentimentos. O objetivo deste estudo foi desenhar, implementar e avaliar um programa de formação em terapia de validação (VALIDA) para o staff de uma estrutura residencial para idosos em Aveiro, Portugal. O VALIDA envolveu duas componentes: sessões de formação voluntária em grupo e acompanhamento individual entre sessões. Nesta formação estiveram envolvidos 22 elementos do staff. A avaliação compreendeu duas modalidades: questionário pós-sessão de formação; e entrevistas em grupo focal seis meses após o término do programa. Os resultados indicam que as sessões foram bem estruturadas; e o contexto do grupo foi considerado relevante, pois permitiu a normalização das experiências e a cooperação entre participantes. Além disso, o acompanhamento individual foi considerado importante, pois permitiu esclarecer dúvidas e estabelecer uma relação mais próxima com o facilitador do programa. No global, o programa foi bem aceite pelos participantes, que reportaram bem-estar pessoal e profissional. Estes resultados sugerem que o VALIDA pode reduzir as dúvidas relativas à demência e melhorar a qualidade do cuidado, e até reduzir as intervenções farmacológicas; diminuir os níveis de stresse do staff; e promover bom ambiente de trabalho em equipa.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29472
Aparece nas coleções: DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Documento Mónica_Oliveira.pdf395.85 kBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.