Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10773/29471
Título: Vitimação indireta: a perceção das crianças sobre a violência interparental
Autor: Leite, Maria da Graça Rocha Gonçalves
Orientador: Miguéis, Marlene da Rocha
Palavras-chave: Vitimação indireta
Violência interparental
Conflitos interparentais
Violência doméstica
Data de Defesa: 7-Mar-2019
Resumo: O fenómeno da violência interparental tem consequências diretas e indiretas nas crianças, comprometendo a sua saúde e qualidade de vida. As crianças e os jovens que vivenciam a violência interparental, são vítimas indiretas e vulneráveis, que vivem em sofrimento e stress constante. Estas crianças são suscetíveis de virem a desenvolver problemas de internalização e externalização, que poderão afetar significativamente o seu desenvolvimento. Este estudo tem como objetivo conhecer a perceção das crianças sobre a violência interparental. Foi definida uma amostra de conveniência, constituída por 35 alunos de um colégio do Concelho de Aveiro, com idades compreendidas entre os 10 e os 12 anos. Foram utilizados como instrumentos de recolha de dados um questionário sociodemográfico e duas escalas. A Escala de Crenças da Criança sobre a Violência (ECCV) que avalia as crenças das crianças sobre a violência interpessoal e a Escala de Perceção da Criança sobre a Violência Interparental (CPIC) que avalia a perceção das crianças sobre a violência interparental. Os resultados sugerem que, existem crenças e perceções erróneas sobre a violência interpessoal e interparental. Os resultados não foram estatisticamente significativos, mas permitiram através das escalas utilizadas, obter uma compreensão mais aprofundada sobre esta problemática.
The phenomenon of interparental violence has direct and indirect consequences on children, compromising their health and quality of life. Children and young people who experience interparental violence are indirect and vulnerable victims, who live in constant suffering and stress. These children are likely to develop problems of internalization and externalization, which may significantly affect their development. This study aims to know children's perception of interparental violence. A convenience sample, consisting of 35 students from a college in the Municipality of Aveiro, aged between 10 and 12 years. A sociodemographic questionnaire and two scales were used as instruments of data collection. The Child Beliefs on Violence Scale (ECCV) which assesses children's beliefs about interpersonal violence and the Children's Perception of Interparental Violence Scale (CPIC) which evaluates the perception of interparental violence. The results suggest that there are erroneous beliefs and perceptions about interpersonal and interparental violence. The results were not statistically significant, but allowed through the scales used, obtaining a deeper understanding about this problem.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29471
Aparece nas coleções: DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Documento Maria_Leite.pdf993.42 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.