Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/29332
Title: Perceção sobre as alterações introduzidas pela IFRS 9 e respetivos impactos : um estudo exploratório
Author: Santos, Maria João Rodrigues dos
Advisor: Carvalho, Carla
Keywords: IFRS 9
IAS 39
Impactos
Instrumentos financeiros
Informação financeira
Defense Date: 17-Dec-2019
Abstract: O tratamento contabilístico dos instrumentos financeiros sempre foi uma área que suscitou grandes críticas por parte dos diferentes utilizadores da informação financeira, levando o IASB a proceder à substituição da IAS 39 pela IFRS 9, que entrou em vigor na UE em janeiro de 2018. Os poucos estudos publicados até à data sobre a IFRS 9 são essencialmente de natureza quantitativa e preditiva, justificando-se a realização do presente estudo que tem como principal objetivo conhecer a perceção que os diferentes interessados na informação financeira, especialistas na área dos instrumentos financeiros, têm sobre as alterações introduzidas pela IFRS 9 e os seus respetivos impactos. Por se tratar de um estudo exploratório em profundidade, de natureza qualitativa, optou-se pela realização de entrevistas semiestruturadas como método de recolha de dados aos diferentes interessados na informação financeira, considerados especialistas na temática dos instrumentos financeiros. Os resultados obtidos indicam que o conteúdo da IFRS 9 parece não estar suficientemente alinhado com o objetivo primordial do IASB e que as empresas poderão ainda não estar suficientemente preparadas para a adoção plena e adequada daquela norma. Relativamente à informação produzida, conclui-se da necessidade de intervenção do normalizador no sentido de esclarecer, e até mesmo de rever, alguns dos requisitos prescritos na nova norma. Ao nível da regulação e supervisão, sugere-se um maior e mais exigente controlo por parte daquelas entidades. Este estudo contribui para a teoria e para a prática, nomeadamente para os organismos normalizadores, permitindo que estes afiram se os objetivos da emissão da IFRS 9 estão a ser cumpridos e se as empresas estão a aplicar a norma na sua plenitude e adequadamente.
The accounting of the financial instruments has always been an area that promoted great criticism among the different users of financial information, leading the IASB to replace IAS 39 with IFRS 9, which came into force in the EU, in January of 2018. This study is justified by the fact that the few studies on the IFRS 9 published to date are essentially quantitative and predictive. Its prime objective is to acknowledge the perception that those who are interested in the financial information, financial instruments specialists, have of the changes that took place with the IFRS 9 and their impact. As this is an exploratory in-depth study of qualitative nature, the semi-structured interview directed to the different interested parties in the financial information, who are experts on the financial instruments area, was the definitive choice as the method to collect data. The results show that the content of the IFRS 9 seems to be out of phase with the main objective of IASB and that the companies may not be prepared to adopt that standard in a full and adequate way. Having the produced information in mind, the conclusion establishes by evidence that the standard boards should intervene to clarify and, even, review some requisite of the new standard. It is suggested a bigger and more demanding control by the institutions that are responsible for supervision and regulation. This study appears as a contribution to theory and practice, namely to the standard boards check if the objectives of the IFRS 9 issuance are being accomplished and whether the standard is being applied fully and properly by the companies.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29332
Appears in Collections:ISCA-UA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Mestrado_Maria_João.pdf923.47 kBAdobe PDFembargoedAccess


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.