Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/29261
Title: A acessibilidade do transporte urbano : o caso da cidade de Coimbra
Author: Barbosa, Joel Alexandre Marques
Advisor: Eusébio, Celeste
Keywords: Acessibilidade
Transporte Público Urbano
Deficiência
Incapacidade
Turismo Acessível
Autocarro
Paragem de Autocarro
Informação
Serviço
Defense Date: 20-Dec-2019
Abstract: O turismo é um direito de todos, que contribui de forma significativa para a qualidade de vida dos cidadãos (Devile, 2009). A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência realizada em 2006, reforça o direito à acessibilidade no transporte e à acessibilidade da informação, bem como o direito à participação na vida cultural, recreação, lazer e desporto (ONU, 2006). Tendo em conta os direitos básicos de igualdade, dignidade e autonomia, o objetivo deste estudo é perceber em que medida é que os transportes públicos urbanos de Coimbra são acessíveis. Para a concretização deste objetivo, o processo metodológico incluiu: uma entrevista à principal entidade responsável pelo transporte urbano de Coimbra; a observação participante das paragens de autocarro, dos autocarros, dos quiosques de compra de bilhetes e da informação nestes espaços; quatro entrevistas a pessoas com incapacidade; a análise do site da entidade de transporte; a análise comparativa de duas aplicações de telemóvel (Coimbra.Move-me e Moovit); e a análise das queixas feitas à entidade de transporte, presentes online no Portal da Queixa. Os resultados foram analisados recorrendo a um método misto de análise de dados (qualitativo e quantitativo). Os resultados obtidos revelam que é necessário implementar alterações ao nível dos transportes urbanos que foram objeto de estudo para aumentar a sua acessibilidade O serviço prestado apresenta várias falhas ao nível da acessibilidade dos autocarros, das paragens e principalmente ao nível da informação ao longo de toda a cadeia de viagem. Falhas essas que resultam na falta de confiabilidade do serviço. A entidade demonstra preocupação e implementa algumas medidas de forma a aproximar-se da população com mobilidade reduzida, no entanto algumas das ofertas que apresenta são ainda pouco inclusivas, e poderão privar as pessoas da sua dignidade e autonomia. Por fim, apresentam-se as contribuições deste estudo comentam-se as principais limitações e dificuldades enfrentadas durante o desenvolvimento da dissertação, e fazem-se sugestões de estudos futuros, que aprofundem o conhecimento do tema da acessibilidade dos transportes públicos em Portugal.
Tourism is everyone’s right and it contributes in a meaningful way to people’s quality of life (Devile, 2009). The United Nations Convention on the Rights of People with Disabilities stresses the right to access transport and information, as well as the right to the equal participation in cultural life, recreation, leisure and sports (ONU, 2006). Given the basic human rights of equality, dignity, and autonomy, the goal of this study is to understand in what ways public urban transport is accessible to disabled people. In order to achieve this, the following methodology was used: an interview with the responsible of the public transport service entity in Coimbra; participant observation at bus STOPs, buses, ticketing shops; four interviews with people whose characteristics match the sample of this study; the analysis of the entity’s website; a comparative analysis of two smartphone applications (Coimbra.Move-me and Moovit); and the analysis of the complaints presented online at the ‘portal da queixa’ of the public transport service. the results of the empirical research were reviewed and integrated using a mixed data analysis (qualitative and quantitative). The results show that it is necessary to implement some changes in the urban public transport system analyzed, to increase their accessibility. There are various flaws with vehicles, bus STOPs and especially information delivery. These flaws lead to a lack of confidence in the service. the public transport provider has shown some concern and implemented some measures for better access of disabled individuals to the service, but they are still insufficient and do not yet fully promote the autonomy of these people to the fullest. Finally, the contributions of this study are presented, as well as comments on the main challenges faced during the research process and suggestions for future work on the accessibility of public transportation of disabled people in Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10773/29261
Appears in Collections:DEGEIT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE FINAL .pdf8.64 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.