Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/27868
Title: Os pronomes clíticos em textos escritos por estudantes angolanos: o caso de duas escolas do Município de Tchitato
Author: Muachiânvua, José
Advisor: Moreno, António Barreira
Keywords: Pronomes clíticos
Colocação
Seleção
Defense Date: 2019
Abstract: A presente dissertação tem como objetivo contribuir para a descrição e explicação (em textos escritos por alunos da 9ª classe e pelos alunos da 12ª classe do 1º e 2º ciclo do ensino secundário) das particularidades no uso dos pronomes clíticos. Segundo o estudo feito, pudemos observar em textos produzidos por inquiridos o enquadramento dos pronomes clíticos em percentagem superior quer de entradas corretas quer as entradas desviantes quanto a colocação e seleção ocorreram na posição proclítica. Tendo em conta este fenómeno, defendemos o ensino de padrões de colocação dos pronomes clíticos conforme o PE. Verificámos, igualmente, a seleção indevida de clíticos pronominais de CD ( o, a, os, as) a serem substituídos por CI (lhe) e os reflexivos e recíprocos de 1ª pessoa gramatical aparecem neutralizados na 3ª pessoa; constatámos que o pronome clítico lhe está associado a desvios relativamente à norma do PE, fundamentalmente na sua função de complemento indireto, mas com o mesmo pronome em função de complemento direto. Verificámos também, em locuções verbais, a colocação de pronomes clíticos ora como enclítico em relação ao verbo auxiliar, ora como proclítico em relação ao infinitivo do verbo principal, mesmo nas condições em que tal não é exigido. Nesse contexto, tendo em conta a predominância da próclise no PA, propusemos assim que faça parte da norma do português em formação em Angola, a colocação de clítico na posição proclítica em relação ao verbo principal, nas circunstâncias em que não houver nenhum proclisador. No corpus analisado quer no grupo da 9ª classe quer no da 12ª classe, apesar do intervalo que os separa, foram raramente usados, os clíticos o, as, os, lo, vos. Tendo em conta que a 12ª classe é terminal no ensino geral, a falta de domínio no uso de pronomes clíticos e a prevalência de desvios relativos à colocação dos clíticos em relação a norma do PE é motivo de preocupação científica e pedagógica.
The present dissertation aims to contribute to the description and explanation (in texts written by students of the 9th grade and the students of the 12th class of the 1st and 2nd cycle of secondary education) of the particularities in the use of clitic pronouns. According to the study made, we could observe in texts produced by respondents the framing of the clitic pronouns as a percentage of either correct entries or deviant entries, and placement and selection occurred in the proclitic position. Given this phenomenon, we defend the teaching of patterns of placement of clitic pronouns according to the EP. We also verified the improper selection of pronominal clitics of CD (o, a, os, as) to be replaced by CI and reflexive and reciprocal ones of 1st person grammatical appear neutralized in 3rd person; we found that the clitic pronoun is associated with deviations from the EP norm, mainly in its indirect complement function, but with the same pronoun as a direct complement. We have also verified, in verbal phrases, the placement of clitic pronouns either as enclitic in relation to the auxiliary verb, or as proclitic in relation to the infinitive of the main verb, even in the conditions in which this is not required. In this context, taking into account the predominance of proclisis in PA, we proposed that the clitic placement in the proclitic position in relation to the main verb should be part of the norm of the portuguese in formation in Angola, in the circumstances in which there is no procliator. In the corpus analyzed in the group of the 9th class and in the group of the 12th class, despite the interval between them, clitics o, as, os, lo, vos were rarely used. Considering that 12th grade is terminal in general education, the lack of mastery in the use of clitic pronouns and the prevalence of deviations related to the placement of clitics in relation to the EP norm is a reason for scientific and pedagogical concern.
URI: http://hdl.handle.net/10773/27868
Appears in Collections:DLC - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_JoséMuachiânvua.pdf1.97 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.