Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/25836
Title: Avaliação do grau de salinização dos solos agrícolas do BVL: estado atual e suas consequências
Author: Melo, Mónica Sofia Santos
Advisor: Patinha, Carla
Anselmo, Eduardo
Keywords: Baixo Vouga Lagunar (BVL)
Salinização
Sodização
Intrusão salina
Solos
Análise estatística
Issue Date: 21-Dec-2018
Abstract: A salinização dos solos é um fenómeno crescente à escala global, que provoca a degradação da estrutura do solo e a sua erosão, afetando negativamente o crescimento das plantas, a produção agrícola e a qualidade do solo e da água. Em Portugal, este problema está limitado às zonas costeiras afetadas pelas marés (sapais) e a áreas agrícolas do sul do país em resultado do uso de águas salinas na irrigação. O aumento da agricultura intensiva, associado a uma subida da temperatura causada pelas alterações climáticas, perspetivam, para as próximas décadas, um acréscimo das áreas afetadas pela salinidade. A área de estudo deste trabalho localiza-se no denominado Baixo Vouga Lagunar (BVL), uma região de particular interesse agrícola e ecológico, localizada entre a foz dos rios Vouga e Antuã (Aveiro), a qual corresponde a uma zona de transição sob influência da ação direta das marés e fortemente afetada por intrusão salina nos campos agrícolas. Neste sentido, entre 1995 e 1999, foi construído um dique com 4 km para proteger os solos agrícolas da invasão por águas salinas. No entanto, este dique não foi concluído e a área não protegida pode ser considerada como exposta à intrusão superficial de água salina. De forma a avaliar o grau de salinização presente nos solos agrícolas desta região foram recolhidas amostras de solos (nas profundidades de 0 – 25 cm e 25 – 50 cm) em 51 pontos de amostragem e águas subterrâneas de 7 piezómetros distribuídos ao longo da área de estudo. Tanto nos solos como nas águas foram determinados os parâmetros químicos e físico-químicos. Dos resultados obtidos para as amostras de solos constatou-se que 50 % destas se encontravam afetadas por processos de salinização, classificando-se estes solos como sódicos ou sódico-salinos. Todas as amostras de águas apresentaram valores para os cloretos, condutividade elétrica, índice SAR e total de sólidos dissolvidos superiores aos valores máximos recomendados pela legislação portuguesa para águas destinadas à rega, pelo que fica inviabilizada a utilização das mesmas para este fim. Por comparação com dados químicos e parâmetros físico-químicos, obtidos num estudo conduzido em 2006 para solos da mesma região, verificou-se que está a ocorrer um avanço da salinidade, mais especificamente do extremo sudoeste do dique para o interior do BVL e ao longo do Esteiro de Canelas. Por conseguinte, estes resultados mostram que a atual dimensão do dique é insuficiente para garantir a proteção dos solos agrícolas de uma ainda importante área do BVL, continuando a dar-se a entrada de águas superficiais salobras
Soil salinization is an increasing problem worldwide, which causes soil structure degradation and erosion, causing adverse effects on plant growth, agricultural production and soil and water quality. In Portugal, this problem is mainly limited to the coastal zones affected by the tides (salt marshes) and to agricultural areas in the south of the country as a result of irrigation enriched saline waters. The intensive agriculture growth, combined with temperature rise derived from climate change, will certainly lead to more cases of soil salinization in the next decades. The study area of this work belongs to the “Baixo Vouga Lagunar” (BVL), a region of particular ecological and agricultural interest, located between the Vouga and Antuã rivers mouths (Aveiro), a transition zone under the influence of the direct tidal action, and where agricultural fields are strongly affected by saline intrusion occurring there. In this way, between 1995 and 1999, a floodbank with 4 km was constructed to protect the agricultural soils from saline waters overflow. However, this floodbank has not been completed and an important area remains unprotected from the entry of this saline waters. In order to evaluate the degree of salinization present in the agricultural soils of this region, soil samples (at depths range of 0 - 25 cm and 25 - 50 cm) of 51 sampling points, and groundwater of 7 piezometers distributed along the BVL were collected. Both chemical and physical-chemical parameters of soils and the waters were determined. The results of soil samples showed that 50% of these were affected by salinization processes, being classified as sodic or saline-sodic soils. All water samples presented values for chlorides, electrical conductivity, sodium adsorption ratio (SAR) and total dissolved solids higher than the maximum recommended values established by the portuguese legislation for irrigation waters, which does not allow their use for this purpose. Comparing these results with data obtained in another study performed in 2006 for soils of the same region, it was found that an increase of salinity is occurring, with special emphasis in the southernmost region of the floodbank to the inner area of the BVL and along the Canelas’ channel. Consequently, these results show that the current floodbank size is insufficient to protect the agricultural soils of the BVL, which continue to receive and be affected by saline waters
URI: http://hdl.handle.net/10773/25836
Appears in Collections:DGeo - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento.pdf5.48 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.