Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/25760
Title: Turismo acessível: a importância da formação na alteração das atitudes
Author: Leal, Nuno Filipe Bebiano da Cunha
Advisor: Eusébio, Celeste
Keywords: Turismo acessível
Atitudes
Pessoas com incapacidade
Formação
Estudantes de turismo
Defense Date: 13-Dec-2018
Abstract: O turismo acessível é uma das áreas de investigação mais interessantes para os académicos. Contudo, a maior parte da produção científica dentro desta área foca a acessibilidade física, havendo muito pouca investigação que vise as barreiras interpessoais, mais concretamente as atitudes em relação às pessoas com incapacidade. A grande maioria dos estabelecimentos de ensino superior que lecionam cursos de turismo em Portugal, não contemplam, nos programas das suas unidades curriculares, um módulo dedicado exclusivamente a esta temática. Esta investigação tem como objetivo determinar se pequenas ações de formação e sensibilização em turismo acessível influenciam as atitudes dos estudantes, de licenciatura e mestrado, da área científica do turismo em relação às pessoas com incapacidade. Por outro lado, procura-se também averiguar se as variáveis demográficas, a frequência de interação com pessoas com incapacidade e o conhecimento do segmento de mercado influenciam essas atitudes. Para a concretização destes objetivos, foi desenvolvido um estudo empírico, recorrendo a uma abordagem mista (qualitativa e quantitativa). Foi administrado um questionário em dois momentos chave, antes e depois de uma ação de formação, a 288 estudantes dos cursos de licenciatura e mestrado em turismo. Os resultados apontam, inequivocamente, para diferenças estatisticamente significativas entre as atitudes dos estudantes de turismo em relação às pessoas com incapacidade, após uma sessão de formação ou sensibilização acerca do tema. Este estudo de investigação contribui inequivocamente para que as instituições de ensino superior, de ensino técnico-profissional e as empresas de formação profissional possam reprogramar os seus planos curriculares, ou criar módulos que abordem o tema do turismo acessível e das necessidades dos turistas com incapacidade. Por outro lado, contribui para alertar a indústria do setor do turismo para a importância da formação nesta área e como a formação poderá contribuir para melhorar a qualidade dos serviços prestados.
Accessible tourism is one of the most interesting research areas for academics. However, most scientific production within this area focuses on physical accessibility, with very little research addressing to interpersonal barriers, more specifically the attitudes towards people with disabilities. Most of our higher education institutions that teach tourism courses in Portugal, do not contemplate, in their curricular unit programs, an exclusive module dedicated to this subject. This research aims to determine whether small actions of training and awareness on accessible tourism, influence the attitudes of students, undergraduate and master students of the scientific area of tourism, towards people with disabilities. On the other hand, it is also sought to determine if the demographic variables, the frequency of interaction with people with disabilities, and the knowledge of the market segment influence those attitudes. In order to achieve these objectives, it was developed an empirical study, using a mixed approach (qualitative and quantitative). It was administered a questionnaire, in two key moments, before and after a training program, to 288 students of the undergraduate and master's degrees in tourism. The results point, unequivocally, to a statistically significant difference between the attitude of tourism students towards people with disabilities after a training session or awareness on the subject. This study research, unequivocally, is a contribution to institutions of higher education, technical education and professional training companies in order for them to reprogram their curriculum plans, or to create educational modules that address the theme of accessible tourism, and the needs of tourists with disabilities. On the other hand, it helps to alert the industry about the importance of training on this theme, and how it may contribute to improve their quality service.
URI: http://hdl.handle.net/10773/25760
Appears in Collections:DEGEIT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
documento.pdf4.82 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.