Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/25163
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLuís, António Manuel da Silvapt_PT
dc.contributor.advisorOliveira, Nuno Miguel dos Santospt_PT
dc.contributor.authorNascimento, Tânia Sofia Lopespt_PT
dc.date.accessioned2019-01-18T13:53:22Z-
dc.date.issued2018-11-29-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/25163-
dc.description.abstractA galheta, ou corvo-marinho-de-crista Phalacrocorax aristotelis, é uma ave marinha residente em Portugal Continental. O efetivo populacional desta espécie no país é bastante reduzido, com menos de 400 adultos, o que lhe confere o estatuto de Vulnerável. O núcleo reprodutor mais importante situa-se no arquipélago das Berlengas, onde se estima a existência de 70-90 casais. Para além dos elevados valores biológicos presentes, a Zona de Proteção Especial (ZPE) das Ilhas Berlengas é também um local importante de exploração da pesca comercial. De forma a verificar se a pesca comercial é uma ameaça à população de galhetas do arquipélago da Berlenga, este estudo teve como principal objetivo avaliar a competição trófica e espácio-temporal entre a pesca e a galheta, com recurso à análise de sobreposição de nicho. Para este fim procedeu-se 1) à análise morfológica e quantitativa da dieta de galheta com a recolha de egagrópilas; 2) à identificação de áreas de alimentação de galheta com a colocação de emissores GPS/GSM e dados de censos marinhos (ESAS); 3) à análise espácio-temporal da pesca na ZPE das Ilhas Berlengas, com a identificação das principais áreas de pesca e da quantificação de pescado removido por embarcações comerciais a operarem redes de cerco, redes de emalhar, palangre e arrasto, a partir de dados de inquéritos e de AIS (Automatic Identification System). A população de galhetas no arquipélago da Berlenga consome uma grande diversidade de espécies sendo as presas mais numerosas e frequentes as galeotas (Ammodytidae), seguidas da judia Coris julis, da faneca Trisopterus luscus, do bodião-de-bailloni Symphodus bailloni, e do bodião-vulgar Symphodus melops. O consumo de galeotas foi mais acentuado durante a época reprodutiva, onde a dieta foi mais especializada. Durante o período não reprodutivo a biomassa consumida foi constituída maioritariamente por peixes das famílias Gadidae e Sparidae. As galhetas exibiram uma distribuição restrita à área envolvente ao arquipélago, à costa de Peniche, e à faixa marítima intermédia, prospetando alimento em áreas próximas a terra e de baixa profundidade. As áreas de pesca das embarcações que operam a partir do porto de Peniche concentraram-se dentro dos limites da ZPE das Ilhas Berlengas especialmente na porção norte, em torno do arquipélago. A área da ZPE foi explorada por todas as artes consideradas, tendo o arrasto e o palangre ocupado uma maior extensão. O volume do pescado descarregado em lota, no período de um ano, rondou as 14.000 toneladas, sendo a arte do cerco a que descarregou em maior quantidade, e a polivalente a maior diversidade de espécies. Das 32 espécies consumidas pelas galhetas 17 são espécies alvo da pesca comercial, dentro dos comprimentos que podem ser capturados pelas pescas. A sobreposição trófica deveu-se maioritariamente às famílias Gadidae e Sparidae, mais especificamente à faneca, sargo Diplodus sargus, safia Diplodus vulgaris, boga Boops boops, e a choupa Spondyliosoma cantharus. A sobreposição espacial da pesca com a área de distribuição da galheta apresenta valores elevados, especialmente com embarcações de pequenas dimensões, a operar palangre e redes de emalhar. A análise de sobreposição de nicho evidencia uma potencial competição direta entre as galhetas e a pesca comercial pelas famílias Gadidae e Sparidae, especialmente durante o período não reprodutivo por embarcações inferiores a 15m a operar palangre e redes de emalhar. A pesca comercial pode estar a limitar os recursos disponíveis para as galhetas, para além de aumentar o risco de captura acidental. Estes fatores de pressão poderão causar flutuações na dinâmica e tamanho das populações de galhetas e ser a principal ameaça ao seu crescimento.pt_PT
dc.description.abstractThe European Shag is a resident seabird in mainland Portugal. The population size of this species in the country is small with less than 400 adults. For this reason the population is evaluated as Vulnerable. The most important breeding site is located in Berlengas archipelago with 70-90 estimated pairs. Besides its high conservation values Berlengas Special Protection Area is also an important site for commercial fisheries. In order to access if fisheries are a threat to the Berlengas’ Shag population, this study aims to evaluate the trophic competition at the spatio-temporal level between fisheries and shags using the niche overlap analysis. With this purpose, we carried out 1) a morphological and quantitative analysis of Shag diet through pellets collection; 2) the identification of Shag feeding locations with the placement of GPS/GSM tracking devices and seabird at-sea surveys (ESAS); 3) and the spatiotemporal analysis of fisheries in the Berlengas’ SPA, with the identification of the main fishing areas and the quantification fish landings by commercial vessels operating purse seines, gillnets, longlines and trawls, based on surveys and AIS data (Automatic Identification System). Shag diet was varied and consisted mainly of sandeels (Ammodytidae), the Mediterranean rainbow wrasse Coris julis, the pouting Trisopterus luscus, the Baillon's wrasse Symphodus bailloni, and the corkwing wrasse Symphodus melops. The consumption of sandeels was higher during the breeding season, where diet was more specialized. During the non-reproductive period, the consumed biomass consisted mainly of the Gadidae and Sparidae families. Shags exhibited a restricted distribution to the surrounding area of the archipelago, to the coast of Peniche, and to the maritime area in between, foraging in areas near land and of low water depth. The fishing areas of vessels operating from Peniche harbour were concentrated within the boundaries of the Berlengas SPA, especially in the northern part, around the archipelago. SPA area was exploited by all gears considered, with trawling and longline occupying a greater extent. The volume of fish landings in a one-year period was around 14.000 tons, with purse seines landing a greater quantity, and the polyvalent fleet a greater diversity of species. Shags consumed 17 target species of commercial fisheries, with the same range lengths. The trophic overlap was mainly due to the Gadidae and Sparidae families, more specifically with the pouting, the white seabream Diplodus sargus, the common two-banded sea bream Diplodus vulgaris, the bogue Boops boops, and the black seabream Spondyliosoma cantharus. The spatial overlap in shag’s distribution area has high values, especially with small vessels operating longlines and gillnets. These factors can cause fluctuations in the dynamic and size of Shag population and may be the main threat limiting their growth. Commercial fisheries may be limiting the available resources for shags, in addition to increasing the risk of bycatch.pt_PT
dc.description.sponsorshipLIFE13/NAT/PT/000458pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectAves marinhaspt_PT
dc.subjectDietapt_PT
dc.subjectCompetição de recursospt_PT
dc.subjectSobreposição de nichopt_PT
dc.subjectZPEpt_PT
dc.subjectRedes de emalharpt_PT
dc.subjectPalangrept_PT
dc.titleO papel da pesca comercial na conservação da população de galheta Phalacrocorax aristotelis do arquipélago das Berlengaspt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt_PT
dc.date.embargo2019-12-11-
dc.description.masterMestrado em Ecologia Aplicadapt_PT
Appears in Collections:BIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento.pdf5.07 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.