Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/25039
Title: Perceção das consoantes líquidas por aprendentes chineses do português língua estrangeira
Author: Qiaoni Cao
Advisor: Oliveira, Catarina Alexandra Monteiro de
Keywords: Perceção da L2
Consoantes líquidas
Português europeu
Chinês mandarim
Defense Date: 10-Dec-2018
Abstract: Vários estudos indicam que os aprendentes chineses têm dificuldades na discriminação e produção das consoantes líquidas do Português Europeu (PE) (Batalha, 1995; Espadinha & Silva, 2009; Martins, 2008; Nunes, 2015). No entanto, são escassos os estudos, quer de produção, quer de perceção, baseados na recolha e análise de dados experimentais. Este trabalho visa investigar a perceção das consoantes líquidas /l, ʎ, ɾ, R/ do Português Europeu (PE) por aprendentes de Português Língua Não Materna (PLNM - L2/ LE) cuja Língua Materna é o Mandarim (L1), através da aplicação testes de perceção a 40 falantes chineses, com três anos de aprendizagem do PE-LE, com idades compreendidas entre os 18 e os 21 anos, divididos em dois grupos, cada um deles com diferentes tipos de contacto com a língua. Mais especificamente, com este estudo pretendeu-se: (i) determinar quais as consoantes líquidas que apresentam maiores dificuldades para os aprendentes chineses, que têm o Mandarim como L1, usando testes de identificação e discriminação; (ii) analisar os efeitos de imersão (num país de língua oficial portuguesa) no desenvolvimento das competências percetivas dos falantes do Mandarim, comparando dois grupos de aprendentes, com e sem experiência de imersão em Portugal. Os resultados do teste de identificação revelam taxas de acerto mais baixas para as consoantes lateral alveolar e vibrante simples alveolar (/l/ e /ɾ/); enquanto o teste de discriminação sugere dificuldades maiores na discriminação do par /l-ɾ/. Conclui-se ainda que os efeitos da experiência de imersão em Portugal (cerca de um ano) são pouco significativos no domínio da identificação das consoantes por parte dos aprendentes chineses e tem um impacto mais na tarefa de discriminação de pares de consoantes líquidas.
Several studies indicate that the Chinese learners have difficulties in discrimination and production of liquid consonants in European Portuguese (EP) (Batalha, 1995; Espadinha & Silva 2009; Martins 2008; Nunes 2015). However, there are few studies, either production or perception, based on the collection and analysis of experimental data. This work aims to investigate the perception of the liquid consonants / l, ʎ, ɾ, R / of the European Portuguese (EP) by learners of Portuguese as a Second or Foreign language (PFL - SL / FL) whose First language is Mandarin (FL) through the application of perceptual tests to 40 Chinese speakers, with three years of EP-FL learning, aged between 18 and 21, divided into two groups, and each of them with different types of contact with the language. More specifically, this study aimed to: (i) determine which liquid consonants present the most difficulties for Chinese learners, who have Mandarin as FL, using identification and discrimination tests; (ii) to analyze the effects of immersion (in an official Portuguese speaking country) on the development of the perceptive competencies of Mandarin speakers, comparing two groups of learners, with and without immersion experience in Portugal. The results of the identification test revealed lower hit rates for the alveolar lateral and simple alveolar consonants(/ l / e / ɾ /); while the discrimination test suggests more difficulties in discriminating the pair / l-ɾ /. It is also concluded that the effects of immersion experience in Portugal (about one year) are insignificant in the field of the identification of consonants by Chinese learners and have a greater impact on the task of discriminating pairs of liquid consonants.
URI: http://hdl.handle.net/10773/25039
Appears in Collections:DLC - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.