Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/24922
Title: Avaliação da imagem corporal: validação da escala de silhuetas para cirurgia da obesidade
Other Titles: Body image assessment: validation of the silhouettes scale for bariatric surgery
Author: Ferreira, André Filipe Rodrigues Pedro
Advisor: Pereira, Anabela Sousa
Keywords: Obesidade
Cirurgia bariátrica
Imagem corporal
Escala de silhuetas
Avaliação psicológica
Defense Date: 23-May-2018
Abstract: A obesidade é uma doença com elevada prevalência mundial, que acarreta graves consequências para os doentes. Este trabalho procurou contribuir para o conhecimento do funcionamento psicológico dos doentes obesos candidatos a cirurgia bariátrica, principalmente no que diz respeito à sua imagem corporal. Iniciou-se com uma revisão sistemática reflexiva, verificando-se escassez de estudos que utilizam escalas de silhuetas para avaliar a imagem corporal dos doentes bariátricos e, de instrumentos capazes dessa avaliação. Assim, prosseguiu-se com a criação da Escala de Silhuetas para Cirurgia da Obesidade (ESCO), e para o seu estudo preliminar (com uma amostra de 20 candidatos a cirurgia bariátrica e uma amostra de 10 sujeitos da comunidade). Esta escala revelou-se adequada, útil, de fácil compreensão, e de rápida aplicação. Em seguida, efetuou-se o seu estudo de validação, com uma amostra de 293 sujeitos, 165 candidatos a cirurgia bariátrica em dois hospitais portugueses (amostra clínica) e 128 alunos universitários (amostra não clínica), que revelou adequada validade de conteúdo e de constructo. A amostra clínica apresentou Insatisfação com a Imagem Corporal (IIC) (com preferência por corpo de menor volume), e sobrestimação do tamanho corporal, tendo-se verificado distorção da imagem corporal. Os doentes bariátricos apresentaram maior IIC que os sujeitos normoponderais ou pré-obesos. Os sujeitos com maior Índice de Massa Corporal apresentaram maior IIC, mas não se verificaram diferenças significativas no grau de insatisfação entre sujeitos com obesidade de grau III, IV, e V. Por último, com base nos 165 sujeitos da amostra clínica, efetuou-se um estudo para caracterizar a sua Qualidade de Vida Relacionada com a Saúde (QdVRS), autoconceito, personalidade, e síndromes clínicos. Apesar da sua heterogeneidade, estes revelaram reduzida QdVRS, adequado autoconceito, e níveis elevados de psicopatologia, salientando-se a presença do traço de personalidade compulsiva, sintomatologia depressiva, e perturbação de ansiedade. Foram ainda referidas algumas implicações deste trabalho, para a prática dos profissionais de saúde mental que desenvolvem a sua atividade no âmbito da cirurgia bariátrica. Nomeadamente, pelo facto de este ter permitido o aumento da compreensão de vários aspetos relevantes do funcionamento psicológico dos doentes candidatos a cirurgia bariátrica, contribuindo para o desenho de protocolos de avaliação e de intervenções psicológicas, que tenham em conta a especificidade desta população. Desta forma, procurou-se contribuir para o sucesso do tratamento cirúrgico da obesidade
Obesity has a high prevalence worldwide, with severe consequences for the obese patients. This work sought to contribute to the knowledge of the psychological functioning of the obese seeking for bariatric surgery, mainly on their body image. It started with a systematic review, that allowed to verify the scarcity of studies that use silhouettes scales to assess the body image of bariatric patients, as well as capable instruments to do so. Therefore, the Silhouettes Scale for Bariatric Surgery [Escala de Silhuetas para Cirurgia da Obesidade] (ESCO) was created, and a preliminary study was conducted (20 bariatric surgery candidates and 10 community subjects). The ESCO proved to be adequate, useful, of easy understanding, and of fast administration. Then, ESCO’s validation study was conducted, with a sample of 293 subjects, 165 bariatric surgery candidates in two Portuguese hospitals (clinical sample) and 128 college students (non-clinical sample). ESCO revealed adequate content and construct validity. The clinical sample presented Body Image Dissatisfaction (BID) (preferring a body of smaller volume), as well as overestimation of their body size, resulting in body image distortion. Bariatric patients presented higher BID, than normal-weight or pre-obese subjects. Subjects with higher Body Mass Index presented higher BID, although there were no significant differences on the dissatisfaction among subjects with class III, IV, and V obesity. Finally, a study was conducted with the 165 subjects of the clinical sample from the previous study, to characterize their Health-Related Quality of Life (HRQoL), self-concept, personality, and clinical syndromes. Although their heterogeneity, these patients revealed impaired HRQoL, adequate self-concept, as well as high levels of psychopathology, highlighting the presence of the compulsive personality trait, depressive symptoms, and anxiety disturbance. Also, there were presented some implications of this work, to the practice of mental health professionals who develop their activity in the field of bariatric surgery. In particular, by allowing a greater understanding of relevant aspects of the psychological function of patients who are candidates to bariatric surgery, contributing to design psychological assessment protocols and interventions, that take into account the specificities of this population. Thus, we tried to contribute to the success of the surgical treatment of obesity
URI: http://hdl.handle.net/10773/24922
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DE - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento.pdf5.78 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.