Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/24432
Title: A study of Macanese music through Tuna Macaense Group in a postcolonial perspective (1935-2017)
Other Titles: Um estudo da música macaense através do agrupamento a Tuna Macaense na perspectiva póscolonial (1935-2017)
Author: chan man
Advisor: Sardo, Susana
Keywords: Ethnomusicology
Postcolonial Theory
Macau
Macanese music
Portuguese-Macanese music
Patuá
Cultural value
Defense Date: 8-Jun-2018
Abstract: It has been several centuries since the “Age of Discoveries” of Portugal, but the results of this past still exist in some places of the world where Portuguese had passed by. Those results are mainly related to Catholicism, music and language. Macau was one of the colonies of Portugal but after the transfer of sovereignty to China, Macau didn‟t become an independent country. It was integrated into China and had become one of the special administrative regions of China. In Macau different kind of communities are living, namely, the Chinese, the Portuguese and the Macanese. In the last one we have people who define themselves as Portuguese-Macanese and others who prefer to be identified as Chinese-Macanese. This dissertation is dedicated to the role of music in the context of the Portuguese-Macanese who can be distinguished from the other communities by a singular cuisine, music and language. The language Patuá is a distinctive Creole and was classified as a “critically endangered” language by the UNESCO in 2009. The Portuguese-Macanese is making effort to keep this language alive and one of the ways is through music. Music is one of the specialities of the Portuguese-Macanese community and tuna is one of the icons of the Portuguese-Macanese music. Tuna Macaense was formed in 1935. It is the unique remaining tuna in Macau nowadays and the members are still producing new music to keep the band fresh. Patuá in their generation was already not wildly used but they still use their limited Patuá or taking the elements from the Patuá poems to fill in the lyrics in order to keep this language alive. As the average age of the members is about 60, after their generation, the Portuguese-Macanese music may not be existed or would become another thing. In this dissertation, I will describe the history of Tuna Macaense and the processes through which this musical group is using music in order to retain language in a social post-traumatic context.
Já havia vários séculos desda a Era dos Descobrimentos de Portugal, mas, comunidades misturas ainda estão existe e funcionam em alguns lugares no mundo onde os portugueses passaram. Um dos identidades icónicas destas comunidades está sempre associada com o catolicismoe os outros podem ser a música e a língua. Macau foi uma das colónias de Portugal mas depois da Transferência de soberania, Macau não se tornou um país independente. Macau foi integrado na China e tornou-se uma das regiões administrativas especiais da China. Enquanto a comunidade português-macaense em Macau tem os ambos elementos portugueses e chineses, a cultura foi naturalmente formada, e foi transformado em uma mistura étnica com uma cozinha, uma música e uma língua singular, etc. A língua Patuá é um crioulo distinto e foi classificado como uma língua “criticamente ameaçada” pela UNESCO em 2009. O português-macaense está a fazer um esforço para manter esta língua viva e uma das maneiras é através da música. A música é uma das especialidades da comunidade português-macaense e a tuna é um dos ícones da música portuguesa-macaense. A Tuna Macaense foi formada em 1935. Hoje em dia, é a tuna única que está em Macau e os membros continuam a produzir novas músicas para manter a banda viva. O Patuá em geração deles já não estava muito usado, mas eles ainda usam seu limitado patuá ou pegam os elementos dos poemas do Patuá para preencher as letras, a fim de manter essa língua viva. Como a idade média dos membros é de cerca de 60 anos, após a geração deles, a música português-macaense pode não existir ou tornar-se à outra coisa. Nesta dissertação, vou descrever a história da Tuna Macaense e os processos que este grupo musical está a usar a música, a fim de manter a língua em um contexto social pós-traumático.
URI: http://hdl.handle.net/10773/24432
Appears in Collections:DeCA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
documento.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.