Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/24337
Title: Avaliação e melhoria das condições ergonómicas de postos de trabalho num armazém : um caso prático na Bosch Security Systems
Author: Gomes, João Miguel Ferreira
Advisor: Teixeira, Leonor
Ribeiro, Fernando Manuel Tavares da Silva
Keywords: Ergonomia
LMERT
MMC
Condições de trabalho
Armazém
Fatores de risco
Prevenção
Defense Date: 2018
Abstract: O presente trabalho visa expor um estudo prático na área da Ergonomia e das lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho (LMERT), bem como os fatores de risco que podem estar na origem das mesmas. Este estudo foi conduzido numa Unidade Industrial, mais propriamente na zona do armazém. Para uma análise mais cuidada, e numa primeira fase do trabalho, recorreu-se a uma descrição detalhada e gráfica dos postos de trabalho, bem como dos movimentos executados pelos trabalhadores naqueles postos de trabalho. Numa segunda fase, aplicaram-se alguns métodos de avaliação ergonómica, mais especificamente, os métodos NIOSH, Bosch, REBA e NMQ, por forma a fazer uma avaliação rigorosa e holística das condições de trabalho. Em termos de amostra, este estudo incidiu sobre uma população constituída por 23 trabalhadores, com idades compreendidas entre 21 e 52 anos de idade, sendo 9 do sexo feminino e 14 do sexo masculino. Como principais conclusões do estudo, verificou-se que as regiões superiores do corpo - tronco, braços, antebraço e pescoço - evidenciam um maior risco, tendo estes resultados sido corroborados por todos os métodos aplicados. No que se refere aos postos de trabalho, concluiu-se que o PT3 apresenta um maior risco para o desenvolvimento de LMERT, seguido do PT1 e PT4. Em termos de contributos práticos, este trabalho apresenta um conjunto de medidas de melhoria das condições de trabalho e compila, simultaneamente, algumas orientações de boas práticas que podem ser extensíveis a outras empresas que se deparam com o mesmo tipo de problemas.
This project aims to present a practical study in the area of Ergonomics and Work-related Musculoskeletal Disorders (WMSDs), as well as the risk factors that may be the origin of them. This study was conducted in an Industrial Unit, more properly in the warehouse area. For a more careful analysis, and in a first phase of the work, a detailed and graphic description of the working stations, as well as of the movements executed by the workers in those jobs was made. In a second phase, some ergonomic assessment methods, more specifically the NIOSH, Bosch, REBA and NMQ methods, were applied in order to make a rigorous and holistic assessment of working conditions. In terms of the sample, this study focused on a population of 23 workers, aged between 21 and 52 years old - 9 were female and 14 were male. As main conclusions of the study, it was verified that the upper regions of the body - trunk, arms, forearm and neck - showed a higher risk, and these results were corroborated by all the applied methods. Regarding the work stations, it was concluded that PT3 presents a higher risk for the development of WMSDs, followed by PT1 and PT4. In terms of practical contributions, this paper presents a set of measures to improve working conditions and compiles, at the same time, some guidelines of good practices that can be extended to other companies that face the same type of problems.
URI: http://hdl.handle.net/10773/24337
Appears in Collections:DEGEIT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João Miguel Ferreira Gomes.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.