Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/23868
Title: Impact of age on spermatozoa signaling proteins
Other Titles: Impacto da idade em proteínas de sinalização de espermatozoides
Author: Carvalho, Pedro Araújo
Advisor: Fardilha, Margarida Sâncio da Cruz
Silva, Joana Vieira da
Keywords: Male (in)fertility
Spermatozoa
Signal transduction
PRAS40
P70 S6 kinase
Defense Date: 14-Jun-2018
Abstract: Infertility is defined as the inability to achieve a pregnancy after twelve or more months of unprotected regular intercourse. The male factor is involved in approximately 50% of the cases of conjugal infertility, being exclusively responsible in approximately 20% of the cases. The postponement of paternity suggests that age may be a cause of reproductive problems. While it is well documented that women have a decline in fecundity with age, the data available regarding the effects of age on male fertility show a wider disparity. Despite the scientific consensus that male age is an important factor, very little is known about the molecular mechanisms underlying the connections between male age and reduced fertility. The aim of this study was to evaluate the impact of aging on human spermatozoa. To that end, the basic seminal parameters and the levels of 18 signaling proteins were analyzed in 31 men who resort to Assisted Reproductive Techniques (ART). The present study revealed that male age was associated with the percentage of midpiece defects and the presence of excess residual cytoplasm (ERC) in spermatozoa. This study also showed that the level of two phosphoproteins in human spermatozoa, PRAS40 (Thr246) and P70 S6 kinase (Thr389), presented a significant negative correlation (p<0.01) with male age. Therefore, these two phosphoproteins may be good markers to monitor the male fertility decline intrinsic to the aging process. Although more and larger studies must be conducted
A infertilidade pode ser definida como a incapacidade de conceber uma gravidez após pelo menos doze meses de relações sexuais regulares desprotegidas. O fator masculino encontra-se envolvido em aproximadamente 50% dos casos de infertilidade conjugal, sendo exclusivamente responsável em aproximadamente 20% dos casos. O adiamento da paternidade sugere que a idade pode ser uma causa de problemas reprodutivos. Embora esteja bem documentado que as mulheres apresentam um declínio na fecundidade com o avançar da idade, os dados disponíveis sobre os efeitos do envelhecimento na fertilidade masculina mostram uma maior disparidade. Apesar de ser cientificamente consensual que a idade masculina é um fator importante, muito pouco se sabe sobre os mecanismos moleculares subjacentes à relação entre idade masculina e fertilidade reduzida. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto do envelhecimento em espermatozoides humanos. Para esse fim, os parâmetros seminais básicos e os níveis de 18 proteínas de sinalização foram analisados em 31 homens que recorreram a Técnicas de Procriação Medicamente Assistida (PMA). O presente estudo revelou que a idade do sexo masculino estava associada à percentagem de defeitos da peça intermediária e à presença de citoplasma residual em excesso (CRE) em espermatozoides. Este estudo revelou ainda que o nível de duas fosfoproteínas de espermatozoides humanos, PRAS40 (Thr246) e P70 S6 quinase (Thr389) apresentaram uma correlação significativamente negativa (p<0,01) com idade masculina. Assim, pôde-se concluir que essas duas fosfoproteínas podem ser consideradas bons marcadores para a monotorização do declínio da fertilidade masculina intrínseca ao processo de envelhecimento. Contudo, mais estudos com um maior número de amostras deverão ser realizados
URI: http://hdl.handle.net/10773/23868
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.