Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/23439
Title: Hidrogeologia do quaternário da região norte da ria de Aveiro: aplicação de isótopos ambientais
Author: Ferreira, Pedro Luís de Oliveira
Keywords: Geoquímica
Hidrogeologia - Ria de Aveiro (Portugal)
Geologia isotópica
Defense Date: 1995
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Esta tese foi dividida em 5 Capítulos e um anexo, cujos conteúdos e organização passamos a descrever sucintamente, no sentido de darmos uma ideia global da estrutura do trabalho. O Capítulo I aborda o tema Geologia de superfície e de subsuperfície. Apresentam-se as grandes unidades morfoestruturais, distinguem-se as diversas unidades existentes, apresenta-se um esquema geral da Geologia da área em estudo e, finalmente, faz-se a reconstrução da história geológica e paleogeográfica, tentando-se identificar e recriar os ambientes e condições que estiveram na base de toda a evolução mais recente desta região. O Capítulo II é dedicado à caracterizagão climática da região. Aqui determinam-se os excedentes e défices hídricos com a finalidade de chegarmos a um valor médio anual dos excedentes. O valor médio anual dos destes permitir-nos-; calcular a parcela correspondente à infiltração que, mais à frente, terá importância decisiva para o cálculo da recarga dos aquíferos. No Capítulo III, dedicado à hidrogeologia, são definidos sistemas e subsistemas aquíferos existentes e as suas características geométricas e hidráulicas. Aborda-se, ainda, o aspecto da qualidade das águas provenientes dos diferentes aquíferos, suas utilizações e estimativas das quantidades extraídas anualmente para os diversos fins. O Capítulo IV refere-se aos temas hidroquímica e isotopia. No primeiro definem-se as principais fácies existentes e tendências de evolução das mesmas através da comparação de análises recentes, com outras anteriores. A caracterização isotópica permitiu-nos definir idades para as águas das diversas captações amostradas, tendo sido possível confirmar o sistema de funcionamento hidráulico proposto anteriormente. Foi ainda possível, através dos resultados proporcionados pela isotopia, confirmar valores de recarga do aquífero por nós propostos. Quanto aos mecanismos de salinização das águas do aquífero da base do Quaternário, também aqui os isótopos deram bons resultados. Os gradientes hidráulicos criados por explorações excessivas, dão origem à drenância dos lodos constituintes do tecto do aquífero (lodos que têm água intersticial bastante salobra) provocando, deste modo, a salinização das captações. Finalmente o Capítulo V, o das conclusões, faz uma súmula dos capítulos precedentes relacionando factos e tirando daí as ilações pertinentes.
Description: Mestrado em Geoquímica
URI: http://hdl.handle.net/10773/23439
Appears in Collections:GEO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdf8.23 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.