Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/23315
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAnçã, Maria Helenapt
dc.contributor.authorFerreira, Filipe José Campospt
dc.date.accessioned2018-05-30T10:08:04Z-
dc.date.available2018-05-30T10:08:04Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/23315-
dc.descriptionMestrado em Ensino do Português no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário e de Língua Estrangeira (Espanhol) nos Ensinos Básico e Secundáriopt
dc.description.abstractAs línguas faladas no espaço linguístico do espanhol são consideradas minoritárias e raramente são foco de objeto de estudo nas aulas de Espanhol como Língua Estrangeira (Fernández, 2013). Assim, surge a necessidade de as tornar visíveis na aula de Espanhol, consciencializando todos os agentes educativos para a relevância destas, promovendo, deste modo, a sua valorização. Neste estudo, através de um olhar plurilingue e intercultural, norteado por uma abordagem de diferentes línguas e culturas, foi nosso propósito refletir sobre o lugar das línguas de Espanha no processo de ensino/aprendizagem do Espanhol, perspetivando-as como património da identidade linguística espanhola. Para sustentar as questões investigativas, elaborámos um enquadramento teórico que espelha a emergência da inclusão de línguas minoritárias no ensino e avalia o peso didático das línguas de Espanha no desenvolvimento de boas práticas didático-pedagógicas. Com o presente relatório, pretende-se compreender os olhares, atitudes e considerações dos alunos de uma turma de Espanhol como Língua Estrangeira do 11º ano do Ensino Secundário no ano letivo de 2016/2017, em relação à exploração das línguas e culturas de Espanha, mediante a implementação de um estudo de caso com traços de investigação-ação, desenvolvido num agrupamento de escolas na região de Aveiro. Para abordar as nossas questões investigativas, recorremos, principalmente ao inquérito por questionário e a sessões de sensibilização linguística e cultural. Os resultados obtidos confirmam e reforçam a emergência didática de educar os alunos para a diversidade linguística e cultural do Espanhol, cabendo aos docentes criar no espaço de aula, um ambiente de reflexão e diálogo coletivo com o Outro, onde todas as línguas, independentemente do seu número de falantes e prestígio económico-social, alargam e enriquecem a bagagem dos aprendentes da LE.pt
dc.description.abstractThe languages spoken on the Spanish linguistic space are considered to be minority and rarely are the focus of study on the Spanish as Foreign Language classrooms (Fernández, 2013). Therefore, it is necessary to make them visible in the Spanish classroom, making the educational agents aware of their importance, thus promoting their appreciation. In this study, through a multilingual and intercultural look guided by an approach of different languages and cultures, it was our intent to think on the place of the Spain languages on the teaching/learning process of Spanish prospecting them as Spanish linguistic identity heritage. To support the research questions, we prepared a theoretical framework that show the urgency of including minority languages in teaching and evaluates the didactic weight of the t languages of Spain on the developing of good didactic-pedagogical practices. With this report we intent to understand the looks, attitudes and considerations of the students of a Spanish as Foreign Language class from 11th year Secondary School on the 2016/2017 year in relation to exploiting Spain’s cultures and languages, according to the implementation of a case study with research-action traits developed in a school on the Aveiro area. To approach our research questions we, mainly, used a questionnaire survey and linguistic and cultural awareness sessions. The obtained results confirm and reinforce the didactic urgency to educate the students for a linguistic and cultural diversity of Spanish and it is up to the teachers to create, in the classroom, an environment of reflexion and collective dialogue with the Other where every language, regardless the amount of speakers and social-economical prestige, broaden and enrich Foreign Languages learners.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectDiversidade linguísticapt
dc.subjectLíngua espanhola - Ensino de uma segunda línguapt
dc.subjectPlurilinguismopt
dc.subjectEnsino de línguas - Ensino secundáriopt
dc.subjectMulticulturalismopt
dc.subject.otherDiversidade linguística e culturalpt
dc.subject.otherLínguas de Espanhapt
dc.subject.otherLínguas minoritáriaspt
dc.subject.otherPlurilinguismopt
dc.subject.otherInterculturalidadept
dc.subject.otherEspanhol como língua estrangeirapt
dc.titleAs línguas de Espanha no ensino do espanhol como língua estrangeira: um desafio plurilingue e interculturalpt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid201940566-
Appears in Collections:DE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf8.31 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.