Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/23274
Title: Análise energética e a avaliação do sistema de AVAC no Montebelo Viseu Congress Hotel
Author: Vieira, Joana Filipa Coelho
Advisor: Martins, Nelson Amadeu Dias
Keywords: Sistemas energéticos sustentáveis
Consumo de energia: Hotéis: Viseu (Portugal)
Edifícios: Ar condicionado
Eficiência energética
Defense Date: Jan-2018
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: O consumo energético nos edifícios tem um impacto relevante na emissão de gases de efeito estufa (GEE) para a atmosfera, pelo que a eficiência energética do parque edificado é um tema com especial relevo em todas as políticas que visam combater/abrandar a alteração climática em curso. De facto, os edifícios, nomeadamente os grandes edifícios de comércio e serviços, são por norma grandes consumidores de energia, apresentando um grande potencial de racionalização de consumo/emissões de GEE através da implementação de medidas de eficiência energética. De modo a alcançar essa eficiência é necessário, adotar novos métodos de dimensionamento e controlo assim como novas tecnologias de climatização, ventilação, AQS e iluminação para a redução dos consumos, podendo ser introduzidas de forma mais rápida e eficaz se os utilizadores finais estiverem conscientes da necessidade da utilização racional de energia, o que remete para a importância dos comportamentos energéticos dos utilizadores de energia. No presente estudo foi elaborado um projeto para a redução de consumos numa instalação hoteleira, estando estas entre as cinco primeiras em termos de consumo de energia no setor dos edifícios de serviços e por essa razão com elevado potencial para a poupança energética [1]. Analisou-se o Montebelo Viseu Congress Hotel enquanto sistema energético de modo a identificar e selecionar propostas de eficiência energética com potencial para melhorar, de forma significativa, a situação atual. A caracterização dos consumos assim como o estudo do impacto das medidas de melhoria propostas foi apoiado por simulações dinâmicas do edifício usando a aplicação DesignBuilder®. As propostas podem ser classificadas em duas categorias principais, comportamentos e equipamentos. Os resultados estimados para o conjunto das medidas comportamentais foram de uma redução de consumos e emissões de GEE em 20%, sendo de 21% na fatura energética, com um investimento mínimo. Para o conjunto das medidas associadas a alteração dos equipamentos existentes estimou-se uma redução de 42% no consumo de energia, 40% nas emissões de GEE e 38% na fatura energética, sendo que para tal será necessário um investimento de 174 027€, recuperável em 2 anos. O estudo realizado mostrou que é possível alcançar níveis consideráveis de racionalização energética em edifícios existentes mediante a adoção de pequenas ações, muitas vezes sem qualquer investimento, ou com baixo investimento, cujo somatório se revela significativo. É também demonstrado o potencial das ferramentas de simulação dinâmica de edifícios enquanto ferramenta de apoio aos procedimentos de auditoria energética, seja na desagregação de consumos, seja na quantificação do impacto de medidas de racionalização.
Energy consumption in buildings has a significant impact on the emission of Greenhouse Gas (GHG) to the atmosphere, so the energy efficiency of the built-up park is a theme with special emphasis in all policies aimed at combating/slowing down climate change. In fact, buildings, notably large commercial and service buildings, are typically large energy consumers, with great potential for rationalizing consumption/GHG emissions through the implementation of efficiency measures. In order to achieve this efficiency, it´s necessary to adopt new design and control methods as well new technologies for air conditioning, ventilation, AQS and lighting to reduce consumption, and can be introduced more quickly and efficiently if end users are aware of the rational use of energy, which points to the importance of the energy behaviour of energy users. In the presented study, a project for the reduction of consumption in a hotel installation was elaborated, being among the first five in terms of energy consumption in the sector of the service buildings and for that reason with high potential for the energy savings [1]. The Montebelo Viseu Congress Hotel was analysed as an energy system in order to identify and select energy efficiency proposals with potential to significantly improve current situation. The consumption characterization as well as the study of the impact of the proposed improvement measures was supported by dynamic building simulations using DesignBuilder® application. The proposals for energy efficiency measures studied can be classified into two main categories, behaviours and equipment. The estimated results for the set of behavioural measures were a reduction of consumption and GHG emissions by 20%, being 21% in the energy bill, with a minimum investment. For all the measures associated with the change of existing equipment a 42% reduction in Energy consumption, 40% in GHG emissions and 38% in the bill was estimated, for which and investment of 174 027€ would be required, recoverable in 2 years. The study showed that it´s possible to achieve rationalization in existing buildings by adopting small actions, often without any investment, the sum of which is significant. It´s also demonstrated the potential of dynamic building simulation as a tool to support energy auditing procedures, either in the breakdown of consumption or in the quantification of the impact of rationalization measures.
Description: Mestrado em Sistemas Energéticos Sustentáveis
URI: http://hdl.handle.net/10773/23274
Appears in Collections:DAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf2.91 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.