Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/22818
Title: Caracterização e cartografia geoquímica regional de solos do sul de Portugal continental
Author: Ferreira, Luís Miguel Nunes
Keywords: Cartografia geoquímica - Sul de Portugal
Geoquímica
Defense Date: 1997
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: O presente trabalho teve como objectivos principais a criação de uma base de dados geoquímicos georeferenciados e a elaboração de cartas geoquímicas de pequena escala do Sul de Portugal, utilizando os solos como meio de amostragem. Trata-se de um trabalho de continuidade, inserido num projecto mais amplo cujo objectivo é a obtenção de dados deste tipo a escala do país utilizando os solos e os sedimentos de corrente como meio de amostragem. Os locais de amostragem situaram-se de preferência em solo florestal, a montante dos pontos de amostragem de sedimentos fluviais. Em cada local, colheu-se uma amostra compósita constituída por 5 sub-amostras, com o objectivo de aumentar a representatividade da amostragem. Colheram-se 294 amostras (que correspondem a uma densidade de amostragem de 1 amostra1140 h2) e 29 duplicadados de campo, para controlo da qualidade de amostragem. Destas, retirou-se a fiacção inferior a 80 mesh (180 p) para análise, e prepararam-se 29 duplicados analíticos (para controlo da qualidade analítica), directamente a partir dos duplicados de campo. No laboratório, as amostras sofreram ataque químico parcial com água régia e foram analisadas por ICPAES . Dos 32 elementos químicos analisados (Ag, Al, As, Au, B, Ba, Bi, Ca, Cd, Co, Cr, Cu, Fe, Hg, K, La, Mg, Mn, Mo, Na, Ni, P, Pb, Sb, Sr, Th, Ti, T1, U, V, W e Zn), após o controlo de qualidade, excluiram-se para tratamento estatístico bi e multivariado os elementos (Ag, Au, B, Bi, Cd, Hg, Mo, Na, Sb, T1, U e W), e para cartografia em classes de teor os elementos (Ag, Bi, Cd, Mo, Sb, U, Au, Hg, T1 e W). Os elementos Ag, Bi, Cd, Mo, Sb e U foram usados para apresentar cartas da variação espacial de teores em bruto. No controlo da qualidade analítica verificou-se que os elementos Bi, Hg e Mo, apresentaram baixo rigor analítico, o elemento Hg apresentou baixa reprodutibilidade analítica e os elementos Al, Ca, Fe, K, Mg, Ti, P, As, Ba, Co, Cr, Cu, La, Mn, Ni, Pb, Sr, Th, V eZn apresentaram erros de amostragem aceitáveis (não foi possível determinar o erro de amostragem para os elementos Ag, Au, B, Bi, Cd, Hg, Mo, Na, Sb, T1, U e W). A cartografia permitiu, além da observação do comportamento espacial dos elementos no contexto dos solos, o reconhecimento da existência de algumas mineralizações conhecidas e a visualização de alguns traços litológicos. O estudo estatístico bivariado para os elementos AI, Ca, Fe, K, Mg,, Ti, P, As, Ba, Co, Cr, Cu, La, Mn, Ni, Pb, Sr, Th, V e Zn revelou existência de boa correlaGão entre os pares Al-Fe, AI-Mg, Al-Ba, Al-Cr, ALV, Al-Zn, Al-P, AI-K, Ca-Sr, Fe-Mg, Fe-Ba, Fe-Co, Fe-Cr, Fe-Ni, Fe-V; Fe-Zn, Fe-P, K-Mg, Mg-Cr, Mg-Ni, M~-vM,g - Zn, P-Zn, P-Cu, P-Ni, P-Co, Ba-V, Ba-Mn, Ba-Cr, Ba-Co, Co-Cr, Co-Cu, Co-Mn, Co-Ni, Co-V, Co-Zn, Cr-V, Cr-Ni, Cr-Zn, Cr-Cu, Cu-Ni, Cu-Zn, Mn-Ni, Ni-V, Ni- Zn, Sr-Zn e Th-La. Simultâneamente, permitiu a constatação da existência de similifudes entre os elementos de alguns dos pares bem correlacionados e as re.sp ectivas cartas de teores, nomeadamente, Al-Zn, AI-Ba, AI-Cr, Ca-Cr, FeCo, Fe- Zn, Fe-Ni, K-V, Mg-Cr, Ba-Cr, Co-Ni, Co-Mn, Cr-V, Cu-Zn, Mn-Ni e Th-La. No estudo estatístico multivariado distinguiram-se grupos de elementos que reflectem a diversidade dos solos (plano factorial 1) e a influência das rochas carbonatadas nos teores dos solos (plano factorial 2). Não se encontrou explicação para o elemento As (plano factorial 3). Foi ainda possível distinguir e caracterizar geoquimicamente 5 grupos de solos: os Podzóis (geralmente pobres nos 20 elementos citados no parágrafo anteriór), os Leptossolos (são ricos essencialmente em Pb, Cu, Mn, Co, Ni, Zn, Fe e La), os Lixissolos (são ricos principalmente em Pb), os Vertissolos (são ricos essencialmente em V, AI e Mg) e os Fluvissolos que apresentam fracos teores para todos os elementos, excepto o K. Com o presente trabalho presta-se uma contribuição para a cobema geoquímica de Portugal continental, com inegável interesse tanto do ponto de vista puramente científico como do ponto de vista prático, nomeadamente em estudos de índole ambiental, em geomedicina, na agronomia e silvicultura e em prospecção mineira.
Description: Mestrado em Geoquímica
URI: http://hdl.handle.net/10773/22818
Appears in Collections:GEO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese.pdf28.09 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.