Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/22607
Title: Internationalisation among SMEs of plastics industry: the importance of innovation on exportperformance
Other Titles: A internacionalização das PME da indústria dos plásticos: a importância da inovação no desempenho exportador
Author: Ribau, Cláudia Pires
Advisor: Moreira, António C.
Raposo, Mário
Keywords: Internacionalização de empresas
Empreendedorismo
Estratégia empresarial
Pequenas e médias empresas
Defense Date: 30-Jun-2017
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: The study of internationalisation, especially in small and medium enterprises (SMEs), has been raising generalized interests in several countries, linking the competitiveness of SMEs to the increasing of productivity, flexibility and response capacity and active presence in the global market. The agenda highlights the incentive systems for the qualification and internationalisation of SMEs, to support investments in dynamic factors of firm’s competitiveness in several areas of intervention and types of investment, especially the internationalisation. In this sense, this research has the central objective to identify and understand the factors influencing the export performance of manufacturing SMEs, specifically identifying the key innovation capabilities (firm-related factors) affecting the export performance that may influence SMEs development. This research also aims to develop the knowledge of SMEs’ internationalisation and its influence on performance, deepening an academically little explored area and reinforcing the gap on literature when combining performance with internationalisation of SMEs. This research integrates international entrepreneurship theory and international strategies. This research includes: (a) a schematic and integrative analysis of internationalisation theories; (b) a systematic review of the SME internationalisation research; (c) a conceptual model identifying the key factors affecting the export performance of SMEs; (d) a qualitative study that explores the importance of new product development in multi-stage marketing, involving supplier-customer relationships through seven case studies; (e) and two quantitative studies, one focusing on the impact of a set of internal innovation capabilities on SMEs export performance, with the mediating role of entrepreneurial orientation with proactive and reactive external stimuli, and the other analysing the impact of four specific firms’ innovation capabilities on export performance and the mediating role of exploitative and exploratory innovation capabilities. The empirical study is based not only on a qualitative approach, through seven case studies, but also on a quantitative methodology supported by a cross sectional approach, from structured questionnaires sent to SMEs of the plastics industry, using PLS-SEM. It is possible to conclude that there is a clear evolution in the literature on internationalisation from a focus on the internationalisation process, from a previous phase, being in this phase more focused on born globals. This research further reveals that the plastics industry is highly characterized by vertical relationships between suppliers and customers. If the results show that entrepreneurship and innovation capabilities are key to internationalised SMEs, the major contribution of this research stems from two important facts: firstly, exploratory and exploitative innovations influence differently the export performance of SMEs and, secondly, SMEs that pro-actively entrepreneurial oriented have a much better export performance than passively internationalized SMEs.
O estudo da internacionalização, nomeadamente em pequenas e médias empresas (PME), tem vindo a cativar interesses generalizados em vários países, com o intuito de relacionar a competitividade das PME com o aumento da produtividade, flexibilidade, capacidade de resposta e presença ativa no mercado global. Os incentivos à qualificação e internacionalização das PME estão na ordem do dia, com foco nos investimentos em fatores de competitividade das empresas em diversas áreas de intervenção e tipos de investimento, especialmente a internacionalização. Neste sentido, esta investigação tem como objetivo central identificar e compreender os fatores que influenciam o desempenho exportador das PME da indústria transformadora, especificamente identificar as capacidades-chave de inovação (fatores relacionados com a empresa) que afetam o desempenho exportador e influenciam o desenvolvimento das PME. Esta investigação tem igualmente como objetivo desenvolver o conhecimento sobre a internacionalização das PME e a sua influencia no desempenho, aprofundando uma área pouco explorada academicamente e reforçando o gap patente na literatura quando combinado o desempenho com internacionalização de PME. Esta investigação integra a teoria do empreendedorismo internacional e estratégias internacionais, incluindo: (a) uma análise esquemática e integrativa das teorias de internacionalização; (b) uma revisão sistemática da literatura existente sobre a internacionalização de PME; (c) um modelo conceptual, identificando os fatoreschave que afetam o desempenho exportador das PME; (d) um estudo qualitativo com base em sete casos de estudo, que explora a importância do desenvolvimento de novos produtos no multi-stage marketing, evidenciando os relacionamentos entre fornecedor-comprador; (e) e dois estudos quantitativos, um evidenciando o impacto de um conjunto de capacidades internas de inovação no desempenho exportador das PME, assumindo a orientação empreendedora o papel de mediador com os estímulos proativo e reativo externos, e o outro analisando o impacto de quatro capacidades de inovação específicas no desempenho exportador das PME e o papel mediador das capacidades exploratórias e exploradoras de inovação. O estudo empírico desta investigação baseia-se não só numa abordagem qualitativa, através de sete casos de estudo, mas também numa metodologia quantitativa suportada numa abordagem de corte transversal, a partir do envio de questionários estruturados às PME do sector dos plásticos, com base na modelização de equações estruturais (PLS-SEM). É possível concluir que na investigação sobre internacionalização há uma clara evolução na literatura que numa fase anterior teve um foco amplo no processo de internacionalização, estando atualmente mais centrado nas born globals. Esta investigação revela ainda que a indústria dos plásticos é altamente caracterizada por relacionamentos verticais entre fornecedores e clientes. Se os resultados revelam que o empreendedorismo e as capacidades de inovação são fundamentais para as PME internacionalizadas, a grande contribuição desta investigação está no facto de revelar, por um lado, que a inovações exploratória e exploradora influenciam diferentemente o desempenho exportador das PME e, por outro, que as empresas pró-ativamente orientadas para o empreendedorismo têm um desempenho exportador muito melhor do que as empresas que se internacionalizam passivamente.
Description: Doutoramento em Marketing e Estratégia
URI: http://hdl.handle.net/10773/22607
Appears in Collections:DEGEI - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME DA INDÚSTRIA DOS PLÁSTICOS_CR Jun 2017.pdf2.04 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.