Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/22574
Title: Práticas saudáveis no ensino de violino: conhecimento e transmissão
Author: Jacinto, Agostinha Maria Gomes
Advisor: Ribeiro, Jorge Castro
Keywords: Violino - Ensino
Postura
Exercício físico
Defense Date: 2017
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A prática de um instrumento requer uma grande dedicação no estudo individual pela elevada exigência performativa, levando frequentemente o intérprete a ultrapassar os seus limites físicos. Esta intensa atividade instrumental do músico aliada à falta de bons hábitos de estudo e preparação física confere um elevado risco de lesão musculoesquelética. No caso específico do violino, a assimetria postural adicional confere risco acrescido de lesão secundário pelo desequilíbrio muscular. Assim sendo, é fundamental a implementação de medidas preventivas desde o início da aprendizagem do instrumento. Exemplos concretos constituem a integração de exercícios de aquecimento, alongamento e fortalecimento, assim como estratégias de consciencialização corporal e treino na auto-regulação do esforço físico. Neste âmbito, o professor aparece como o agente mais influente na formação do aluno de instrumento a todos os níveis. O presente trabalho centra-se na figura do professor de instrumento e seu papel como formador de qualidade, visando avaliar o seu conhecimento, experiência e formação nesta temática, especificamente em relação às práticas saudáveis no ensino do violino. A metodologia usada nesta investigação baseou-se na observação participativa da investigadora, através da organização de um workshop interdisciplinar seguido da aplicação de um questionário de avaliação e através da realização de entrevistas semiestruturadas a seis docentes de violino com interesse na temática, com vários níveis de experiência no ensino pré e pós-graduado. Foi feita a análise qualitativa dos dados obtidos. Os resultados obtidos apontam para um conhecimento deficitário dos professores acerca das práticas saudáveis, a falta de formação estruturada prévia, a elevada incidência de lesões nesta população, a ausência de aplicação de medidas preventivas de lesão nas aulas dos professores envolvidos e uma insatisfação com a escassa oferta formativa a nível nacional. Constatou-se um inequívoco interesse demonstrado pelos docentes e entusiasmo na participação no workshop. Percebeu-se que a atual ausência de aplicação de medidas preventivas nas aulas de violino se deve a dois fatores: o tempo limitado de aula e no sistema de ensino atual, e a consciência da falta de formação interdisciplinar estruturada dos mesmos e da responsabilidade destes na transmissão de conhecimentos corretos aos instrumentistas do futuro. Este estudo permite concluir que a implementação de medidas preventivas de lesão dos instrumentistas a nível nacional se encontra dependente da adequada formação dos docentes de instrumento, e que atualmente há escassa oferta de oportunidades para formação especializada estruturada e multidisciplicar a nível nacional. Foram feitas sugestões sobre a reformulação do sistema de ensino e formação graduada, refletindo um longo tempo de necessidade e busca de recursos nesta área.
The practice of an instrument requires a great dedication in terms of individual study due to its high performance levels, resulting in a stretching of the musicians’ physical abilities. This intense professional activity allied to a lack of healthy study habits and proper physical preparation is high risk for musculoskeletal lesions, and increased in the practice of the violin as it implies an asymmetry in posture. Thus it’s important that preventive measures and physical preparation care since the very first steps of learning the instrument. The teacher is one of the most influent factors in the learning process at all levels. The present work pertains to the teacher’s central role in the learning the prevention of lesion, the knowledge and main pedagogical main concerns in this area. We used participative observation as method, putting together a workshop with a physiotherapist, evaluated by questionnaire, and a series of interview to selected teachers in Portugal with a wide range of experience at either under or postgraduate level. The results were obtained after qualitative analysis of data, emphasizing a lack of fundamentals on prevention strategies by the teachers relating to a uniform absence of the use of prevention measures and healthy practices during teaching time. A frustrating low number of formative opportunities available is also patent. We conclude that the use of preventive measures of lesion in the instrument students, namely violin in a national setting is dependent of the knowledge of teachers and that there is a lack of it in depth or formative opportunities that may allow the teachers to be comfortable enough to convey good health measures to the violinists of the future.
Description: Mestrado em Ensino de Música
URI: http://hdl.handle.net/10773/22574
Appears in Collections:DeCA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf36.47 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.