Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/22397
Title: Técnicas de controlo de aves em aterros sanitários: o caso do aterro sanitário de Sermonde
Author: Cardoso, João Miguel Pinto
Advisor: Luís, António Manuel da Silva
Keywords: População animal - Controlo
Gaivotas - Ecologia animal
Biodiversidade
Aterros sanitários - Aspectos ambientais
Aves
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Este estudo permitiu estudar e avaliar os resultados do uso de aves de rapina no controlo de populações de gaivotas em aterros sanitários, numa tentativa de minimizar os prejuízos causados por estas aves no rendimento destas infraestruturas. Realizaram-se observações semanais, entre Novembro de 2015 e Agosto de 2016, perfazendo um total de 36 dias completos de observação, no aterro sanitário de Sermonde, freguesia do conselho de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, Portugal. Verificou-se, após realização dos devidos testes estatísticos, que as horas mais significativas para a observação frequente de gaivotas no aterro coincidem com as horas em que o falcoeiro está fora do seu horário de trabalho e por isso não se encontra no aterro. Verificou-se ainda que a presença de gaivotas nunca é nula ao longo do período de observação e que a quantidade de aves é maior em dias de chuva, principalmente no Inverno. Seguidamente, realizou-se um estudo de análise da diversidade específica de aves no aterro ao longo do ano, o que permitiu apontar este local como um ponto forte no enriquecimento da biodiversidade local. Avaliou-se ainda, através de um questionário, a relação entre o Homem e as gaivotas a nível nacional, verificando-se que a zona norte do país é a mais prejudicada por estas aves. Finalmente, concluiu-se que o trabalho dos falcoeiros no aterro é fundamental para a diminuição dos problemas causados por Larídeos, e que devem ser tidos em consideração futuros estudos, mais pormenorizados, sobre diversidade específica em aterros.
This project allowed to study the results in the use of falconry to control gulls population in refuse dumps, trying to minimize the damages caused by these birds in the wellbeing of this structures. Weekly observations were made between November 2015 and August 2016, in a total of 36 complete days of observation in the refusing dump of Sermonde, located in Vila Nova de Gaia, Northern Portugal. We had verified, after some necessary statistical tests, that the most significant hours to observe gulls frequently in the refuse dump, is the same in that the falcon trainer isn’t in their working time, so isn’t in the local. We also had verified that the presence of gulls never was null in the period of observation, and that the number of those birds was greater in raining days, principally during the winter. In other hand we made a bird’s diversity study in the refusing dump in the period of the study that makes possible to consider this local a very important place for bird’s diversity. We also study, the relation between the Humans and the gulls in the national territory, and determinate that the most conflicting zone was the north. So, we concluded that the use of falconry techniques in places like this is crucial for minimize the problems caused by gulls in this industry, and that is necessary a most promenorized future studies about specific diversity in refusing dumps and landfills will be extremely useful.
Description: Mestrado em Ecologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/22397
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf3.13 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.