Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/21371
Title: Estudo da reprodução de pequenos cetáceos através da morfologia do ovário
Other Titles: Study on small cetacean reproduction based on avarian morphology
Author: Camarão, Bárbara Costa
Advisor: Eira, Catarina
Keywords: Cetáceos - Reprodução
Ovários - Fisiologia
Defense Date: 2017
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: O aumento da pressão humana sobre os ecossistemas marinhos tem agravado os impactos antropogénicos a que os pequenos cetáceos estão sujeitos, tornando fundamental o estudo dos parâmetros de história de vida e da dinâmica populacional das espécies, que suportem a elaboração de medidas de conservação e mitigação eficazes. O presente trabalho teve como principal objetivo caraterizar o estado reprodutor das fêmeas de Golfinho-comum, Golfinho-riscado, Boto e Roaz, da costa continental portuguesa, uma vez que são as espécies com maiores taxas de arrojamento. Foram utilizados ovários de cetáceos arrojados mortos, na zona de estudo, que foram examinados externa e internamente para contagem e medição de Corpos Lúteos (CL) e Corpos Albicans (CA). Dos indivíduos arrojados e dos ovários foram ainda retiradas diversas informações permitindo uma melhor caraterização da estrutura dos ovários, análise da maturidade das fêmeas e estimativa de comprimento total de maturação. Foram analisadas um total de 388 fêmeas das quatro espécies em estudo, sendo o Golfinho-comum e o Boto as espécies mais representadas. Ocorreu uma grande variabilidade no número de arrojamentos ao longo dos anos de estudo o que pode estar associado às condições meteorológicas ou à captura acidental por artes de pesca que foi a causa de morte mais provável em cerca de 70% dos indivíduos analisados. Foi registada uma elevada percentagem de fêmeas imaturas, indicando uma incidência de mortalidade nas classes etárias mais jovens levando a uma reduzida taxa de recrutamento para a classe reprodutora. Relativamente às gónadas, foi possível constatar que o ovário esquerdo torna-se ativo em primeiro lugar e é tendencialmente maior e mais desenvolvido que o direito, incluindo muitas vezes a totalidade dos corpos acumulados. Além disso, as diferenças na composição dos CAs podem estar na origem da variabilidade da sua persistência, levando a que apenas CAs de gestação se mantenham permanentemente visíveis. As diversas pressões que afetam atualmente as populações de pequenos cetáceos levaram ao declínio de algumas espécies, particularmente o Boto, e tendo em conta a mortalidade das fêmeas imaturas, não se prevê um aumento na sua taxa de reprodução, nem no número de efetivos na população da costa portuguesa. No futuro, este trabalho contribuirá para estudos mais amplos que permitirão conhecer quais as secções de cada população que serão mais afetadas pelas várias ameaças e compreender a evolução das abundâncias das espécies estudadas na costa Portuguesa.
In view of the increasing human pressures on marine ecosystems, and particularly those on small cetaceans, studies on their life history and population dynamics are fundamental to support the elaboration of effective conservation and mitigation measures. The aim of this study was to characterize the reproductive status of Common dolphin, Striped dolphin, Harbour porpoise and Bottlenose dolphin females in the coast of mainland Portugal, where these species present the highest stranding rates. Ovaries of cetaceans, stranded dead in the study area, were examined externally and internally for counting and measurement of two structures the Corpus Luteum (CL) and the Corpus Albicans (CA). Data were collected from the stranded females and from their ovaries, allowing for a better knowledge of the ovarian structure, for an analysis of female maturity and providing length at sexual maturity estimates. A total of 388 females from the four studied species were analysed, although Common Dolphin and Harbour Porpoise samples were the most representative. There was a high variability in the number of strandings during the study years, which may be associated with the meteorological conditions or accidental catch by fishing gear, which was the most probable cause of death in about 70% of the analysed individuals. A high percentage of immature females was detected, indicating that mortality is prevailing among the younger age groups leading to a reduced recruitment rate to the reproductive class. Concerning the gonads, it was possible to observe that the left ovary is the first to become active, with a tendency to be larger and more developed than the right one, often including all the accumulated scars. Moreover, the differences in the composition of the CAs may be the source of the variability of their persistence, leading only gestational CAs to remain permanently visible. The different pressures affecting small cetacean populations have led to the decline of some species, particularly the Harbour Porpoise. Given the mortality of immature females, neither a reproduction rate increase nor a population increase is foreseeable in the Portuguese coast. In the future, this work will contribute to broader studies that will allow us to know which sections of each population will be most affected by the various threats and to understand the evolution of the abundances of small cetacean species in the coast of Portugal.
Description: Mestrado em Biologia Marinha
URI: http://hdl.handle.net/10773/21371
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf2.57 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.