Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/19040
Title: A avaliação das aprendizagens no trabalho laboratorial em biologia: uma proposta para o ensino secundário
Author: Ferreira. Cristina Leite
Advisor: Costa, Nilza
Keywords: Ensino da biologia
Laboratório - Trabalhos práticos
Ensino secundário
Defense Date: 2003
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Esta dissertação relata uma investigação realizada para descrever como são avaliadas, por professores de Biologia do Ensino Secundário, as aprendizagens dos alunos decorrentes da realização de Trabalho Laboratorial, bem como propor um método para o fazer em coerência com orientações actuais da investigação e do currículo. Nesse sentido, realizou-se uma revisão de literatura procurando evidenciar diferentes perspectivas acerca do Trabalho Laboratorial, que é realizado no contexto do ensino e aprendizagem das ciências, e acerca da avaliação das aprendizagens com ele relacionadas. Exploraram-se referências teóricas da investigação em Didáctica e documentos curriculares. Foi depois desenvolvido um estudo empírico cuja principal finalidade era caracterizar, na perspectiva dos professores, as práticas de avaliação das aprendizagens decorrentes do Trabalho Laboratorial, no ensino da Biologia no Secundário, em disciplinas das componentes de formação específica e técnica. Esse estudo envolveu 67 professores a leccionar Biologia no Ensino Secundário regular, que responderam a um questionário elaborado para esse efeito e administrado em 2002, nas escolas com Ensino Secundário do distrito de Aveiro. Posteriormente, foram entrevistados dois desses professores. Os resultados do estudo evidenciam que os professores de Biologia atribuem ao Trabalho Laboratorial papel e valor claramente diferentes nas disciplinas das componentes específica e técnica. As aprendizagens dele decorrentes são avaliadas nas disciplinas técnicas, mas nas da formação específica muitos professores não fazem essa avaliação. A metodologia de avaliação que geralmente implementam é compatível com um Trabalho Laboratorial de baixo grau de abertura, apresentando algumas limitações face às actuais orientações para um melhor aproveitamento dessas actividades práticas na aprendizagem das ciências. Estas preconizam um Trabalho Laboratorial com grau de abertura variável, mas incluindo sempre o tipo investigativo, e uma avaliação holística nesse contexto. Do paralelismo estabelecido entre a pesquisa teórica e o estudo empírico, por um processo de reflexão acerca das práticas de ensino e aprendizagem da Biologia, em particular as da autora, resultou uma proposta metodológica. Esta é um exemplo de como podem ser levadas à pratica as concepções actuais acerca da avaliação das aprendizagens em ciências, no Secundário. São recomendados futuros estudos de investigação-acção contemplando práticas de avaliação à luz dessa proposta.
This essay is supposed to describe how teachers of Biology of Secondary Schools deals with pupils’ assessment of laboratorial work, as well as propose a method to do it respecting present guidance coming from investigation and curriculum. In order to achieve that aim, a review of existing literature was made, trying to find evidences of different perspectives on laboratorial work, which is done in the context of teaching and learning sciences, and on assessment of skills related with it. Theoretical references from Didactics investigation and the courses guidelines serving as a support in teaching were explored. Then, an empirical study was made with the objective of characterizing, in teachers point of vi ew, the assessment practices in laboratorial work developed in the teaching of Biology at secondary levels, in specific and technical subjects. That study involved 67 teachers teaching Biology at current secondary levels who filled in a questionnaire specially made for this effect and administered at 2002 at secondary schools in Aveiro district. Later, two among them, were interviewed. The results from the study show clearly that Biology teachers in general give a different role and value to laboratorial work in specific and technical subjects. Pupils’ achievements coming from laboratorial work are assessed in technical subjects. However, in specific subjects, many teachers don’t assess this work. Evaluations methodologies generally used by them are compatible with highly structured laboratory activities, so they show some limits in relation to present guidelines to achieve better results from those activities in the science learning. The former guidelines support different approaches to laboratorial work, but always including open-ended investigations, and holistic assessment in that context. From the comparison of theoretical research and empirical study, through a reflection about teaching practices and Biology learning, in the context of the author’s classes, a methodological proposal was made. That is an example of the way the recent concepts about assessment in sciences at secondary levels can be put into practice. Future studies about practices supported on that proposal are recommended.
Description: Mestrado em Ensino de Geologia e Biologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/19040
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
414.pdf2.82 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.