Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/18442
Title: A aprendizagem cooperativa no debate de controvérsias sócio científicas: as alterações climáticas
Author: Almeida, Ana Isabel Pereira de Moura
Advisor: Bettencourt, Teresa
Keywords: Ensino das ciências
Aprendizagem cooperativa
Alterações climáticas
Planeamento dos currículos
Educação científica
Pesquisa de informação
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Numa época em que se defende a “ciência para todos” é essencial promover práticas de sala de aula que desenvolvam nos alunos competências para a vida numa sociedade cada vez mais marcada por controvérsias sócio científicas complexas. As Orientações Curriculares para o Ensino Básico preveem uma abordagem do Ensino da Ciência focada na relação CTSA. Esta relação deve assumir um compromisso ético de intervenção social, em que perante situações controversas os cidadãos saibam fazer uma avaliação crítica e tomar decisões responsáveis e fundamentadas. Também o compromisso e a responsabilidade para com o outro deve assumir um caráter preponderante na formação integral do aluno, sendo essencial para a vida em comunidade. Com base nestes pressupostos, o presente estudo pretendeu fazer uma análise ao desenvolvimento de conhecimentos e atitudes, no âmbito das Alterações Climáticas, por parte de alunos do 8.º ano de escolaridade, na disciplina de Ciências Naturais, mediante a implementação da Aprendizagem Cooperativa, como metodologia de ensino-aprendizagem integrada na perspetiva de Ensino Por Pesquisa (EPP). A esta metodologia são reconhecidas potencialidades na construção de conhecimentos, bem como no que diz respeito à formação pessoal e social dos alunos, permitindo-lhes desenvolver competências para a tomada de posições democráticas, responsáveis e cientificamente sustentadas. Consideramos que a implementação de práticas de trabalho cooperativo envolvendo a investigação e resolução de situações problemáticas, poderá ter um contributo importante para o desenvolvimento deste tipo de competências. A escolha da temática baseou-se no facto das Alterações Climáticas ser um tema transdisciplinar no Ensino Básico, para além de atual e com fortes implicações sociais, éticas e ambientais. O estudo seguiu uma metodologia de estudo de caso e envolveu a análise e debate em grupo de situações-problema, por 26 alunos de duas turmas, com a supervisão da professora da disciplina e investigadora, que assumiu o papel de observadora participante. Da análise qualitativa/interpretativa, e nalguns casos quantitativa, dos dados recolhidos (a partir de inquéritos por questionário, análise de documentos escritos e observação dos alunos), foi possível inferir que a estratégia de ensino-aprendizagem implementada, para além de alterar positivamente a dinâmica de trabalho em sala de aula, favoreceu o envolvimento ativo dos discentes no processo de construção do conhecimento, a partilha de ideias e capacidades, promovendo o desenvolvimento de aprendizagens significativas e atitudes responsáveis.
At a time when “science for all” is advocated, the promotion of classroom practices that develop students’ life skills in a society increasingly marked by complex socio-scientific controversies is essential. The Curriculum Guidelines for the Basic Education predict an approach to science education focused on Science, Technology, Society and Environment (STSE) relationship. This relationship should assume an ethical commitment to social intervention, where in controversial situations the citizens know how to make a critical evaluation and make responsible and informed decisions. The commitment and responsibility to the other must also take a leading role in the primary education of the student, becoming essential to life in community. Based on these assumptions, this study aimed to analyse the development of knowledge and attitudes in the context of Climate Change by students of the 8th year of the study program, course of Natural Sciences, by implementing the Cooperative Learning as a teaching-learning methodology of the Inquiry Based Learning (IBL) perspective. This methodology has recognized potential in the production of knowledge and regarding the personal and social education of students, allowing them to develop skills for making democratic, responsible and scientifically supported decisions. We believe that the implementation of cooperative work practices, involving the research and resolution of problematic situations, may have an important contribution to the development of such skills. The choice of the topic was based on the fact that Climate Change is a crossdisciplinary issue in Basic Education, besides being a current topic with strong social, ethical and environmental implications. The work followed a case study methodology and involved group analysis and discussion of problematic situations, by 26 students from two classes, under the supervision of the researcher and teacher of the course, who assumed the role of participating observer. The qualitative/quantitative data analysis, based on surveys, analysis of written documents and observation by students, made it possible to infer that the implemented teaching-learning strategy, in addition to positively change the work dynamic in the classroom, encouraged the active involvement of students in the process of production of knowledge, sharing ideas and abilities, promoting the development of meaningful learning and responsible attitudes.
Description: Mestrado em Ensino de Biologia e Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário
URI: http://hdl.handle.net/10773/18442
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Ana Moura Almeida.pdf6.61 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.