Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/18023
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFerreira, António Estêvão da Naiapt
dc.contributor.advisorAzevedo, Graçapt
dc.contributor.authorCarvalho, Ângela Cristina da Silvapt
dc.date.accessioned2017-07-04T11:16:22Z-
dc.date.available2017-07-04T11:16:22Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/18023-
dc.descriptionMestrado em Contabilidade - Fiscalidadept
dc.description.abstractSão vários os motivos que influenciam a tomada de decisão de recompra de ações, tanto no contexto nacional como no contexto Ibérico. Para melhor perceção desta temática, o presente trabalho propõe-se identificar por um lado, quais as motivações que levam os administradores a adquirir ações próprias e quais os alicerces da tomada de decisão no contexto nacional; por outro lado, comparar os indicadores financeiros das empresas portuguesas com valores cotados em bolsa com as empresas espanholas. Para o estudo foram recolhidos os dados relativos às empresas com valores cotados na bolsa de valores EuronextLisbon e Euronext Madrid. Para o primeiro objetivo analisou-se o período de 2005 a 2015, e para o segundo, o período de 2011 a 2015. Através da estimação de um modelo de regressão logística concluímos que para Portugal, o rácio payout e o rácio market-tobook constituem fatores relevantes na decisão de recompra de ações. Do estudo Ibérico concluímos que ambos os países apenas partilham o indicador relacionado com a dimensão da empresa como fator explicativo da aquisição de ações próprias.pt
dc.description.abstractThere are several factors that influencethe decision to repurchase shares, both in the national context and in the Iberiancontext. For a better perception of this issue, this paper aims to identify, on the one hand, what are the motivations that make managers acquire own stock and what are the foundations of that decision in the national context; on the other hand, compare the financial indicators of Portuguese companies listed on the stock exchange with Spanish companies. In order to do this work, we collected data from companies listed on Euronext Lisbon and Euronext Madrid.For the first goal, we analysed the period from 2005 to 2015, and for the second goal,we analysed the period between 2011 and 2015. Through the logistic regression estimation, we conclude that in Portugal, the ratio payout and the ratio market-to-book are the relevant factors in the repurchase stock decision. From the Iberian case we conclude that both countries have in common a single covariate that influences the decision to repurchase shares: the assets of the companies.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectFinanças empresariaispt
dc.subjectAcções própriaspt
dc.subjectEmpresas cotadas - Portugalpt
dc.subject.otherAções própriaspt
dc.subject.otherRecompra de açõespt
dc.subject.otherIndicadores financeirospt
dc.subject.otherMotivospt
dc.subject.otherFatores explicativospt
dc.subject.otherDividendospt
dc.subject.otherSinalizaçãopt
dc.subject.otherCashflowspt
dc.subject.otherDimensãopt
dc.titleFatores determinantes da recompra de ações: estudo ibéricopt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid201932806-
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
ISCA-UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf1.39 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.