Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/17789
Title: Processos de tradicionalização em Penha Garcia: práticas, protagonistas e contextos
Author: Martins, António Alberto Ruivo Ventura
Advisor: Pestana, Maria do Rosário Correia Pereira
Keywords: Tradições populares - Penha Garcia (Portugal)
Música
Música popular
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Penha Garcia é uma aldeia com aproximadamente 750 habitantes do concelho de Idanha-a-Nova, cidade recentemente classificada como Cidade da Música, no âmbito da rede de cidades criativas da UNESCO. Em Penha Garcia práticas musicais de matriz rural foram sucessivamente documentadas (1961-2011) por etnógrafos e coletores e institucionalizadas nos grupos formalmente organizados Rancho Folclórico de Penha Garcia e Grupo Etnográfico ―Os Garcias‖. A sua visibilidade no exterior deve-se, também, à adufeira e cantadeira Catarina Sargenta ―Chitas‖, a quem em 2005 foi erigido um monumento. O suposto ―valor‖ da adufeira e da cultura de Penha Garcia justificam que eruditos locais colijam objetos de ―culto‖ da falecida adufeira, gravações etnográficas e outros documentos. Esse ―valor‖ justifica também que se desenvolvam ações no sentido da manutenção de tradições noturnas de rua como o cantar as Janeiras, os Passos, o Louvado Nocíssimo e a Encomendação das Almas. Este estudo etnomusicológico centra-se nessas práticas e nos seus contextos e tem como objetivos, compreender o papel de tradições musicais locais nas práticas locais e perceber como, no século XXI, os processos de tradicionalização constroem o lugar de Penha Garcia. A investigação sustenta-se em pesquisa arquivística e bibliográfica e em trabalho de campo, o qual incluiu a realização de entrevistas a pessoas que participam nos órgãos culturais, nos eventos da aldeia e a observação dos mesmos.
Penha Garcia is a village in the municipality of Idanha-a-Nova with approximately 750 inhabitants that has been recently classified as City of Music by the UNESCO Creative Cities Network. In Penha Garcia, rural musical practices were successively documented (1961-2011) by collectors and ethnographers, and institutionalized in its formally organized groups, Rancho Folclórico de Penha Garcia and Grupo Etnográfico “Os Garcias”. Its external visibility is also due to singer and adufe player Catarina Sargenta ―Chitas‖, to whom a monument was erected in 2005. Her alleged ―value‖ also justifies the development of efforts to maintain street nocturnal traditions such as cantar as Janeiras, Passos, Louvado Nocíssimo and Encomendação das Almas. This ethnomusicological study is centered in such practices and its contexts. Its objectives are to comprehend the role of local musical traditions in local practices and understand how, in the 21st century, the processes of traditionalization build the site of Penha Garcia. This investigation is based in bibliographic and archivistic research and in fieldwork, which included interviews with people who participate in the cultural institutions, in the village‘s events and the observation of the aforementioned.
Description: Mestrado em Música
URI: http://hdl.handle.net/10773/17789
Appears in Collections:DECA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação final - António Ventura.pdf2.91 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.