Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/17701
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorTorres, Anapt
dc.contributor.authorVenâncio, Joana Filipa Nunespt
dc.date.accessioned2017-06-06T08:28:40Z-
dc.date.available2017-06-06T08:28:40Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/17701-
dc.descriptionMestrado em Psicologia - Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológicapt
dc.description.abstractO crescente envelhecimento da população, tanto a nível mundial como em Portugal, tem estimulado um grande interesse nesta área. Esta fase da vida pode estar associada ao agravamento do estado de saúde, à incapacidade funcional e ao comprometimento cognitivo. A literatura indica que a estimulação multissensorial pode constituir uma boa medida de promoção de envelhecimento saudável. Alguns estudos têm sugerido benefícios da arte e do mindfulness para a saúde e bem-estar dos idosos. O objetivo deste estudo é verificar o impacto de Programa de Estimulação Multissensorial (PEM) no funcionamento cognitivo, na sintomatologia depressiva e na qualidade de vida (QdV) de um grupo de idosos, após 10 sessões de estimulação multissensorial. A amostra é constituída por dois grupos, o grupo de intervenção (GI=16) e o grupo controlo (GC=17). Os instrumentos de avaliação aplicados foram os seguintes: Mini-Mental State Examination (MMSE), Questionário sobre a Saúde do Paciente – 9 (PHQ-9), Inventário de Avaliação da Qualidade de Vida em Adultos Idosos (WHOQOL-OLD), no pré e no pós-teste, para além, da Escala de Avaliação das Emoções (EAS). Os resultados evidenciaram: (a) uma diminuição estatisticamente significativa ao nível da QdV no que diz respeito ao funcionamento sensorial, entre a avaliação inicial e final do grupo controlo; (b) uma diminuição estatisticamente significativa na sintomatologia depressiva; (c) um aumento estatisticamente significativo na qualidade de vida geral e nas facetas da QdV, como autonomia, atividades passadas, presentes e futuras, participação social, morte, e uma diminuição na faceta intimidade do grupo de intervenção entre os dois momentos; (d) uma diferença estatisticamente significativa entre os dois grupos no segundo momento de avaliação, que revela uma qualidade de vida geral e em algumas facetas superior no grupo de intervenção; (e) efeitos das sessões nos sintomas depressivos; (f) diminuição estatisticamente significativa das emoções de valência negativa ao longo das sessões. Este estudo confirma a importância da implementação de PEM com estratégias de mindfulness e arte nas instituições e centros de dia, de modo a prevenir e/ou atenuar o declínio cognitivo dos idosos, da sintomatologia depressiva e, consequentemente, melhorar a QdV, e diminuição de emoções negativas experienciadas.pt
dc.description.abstractThe growing aging of population, both abroad and in Portugal, has stimulated a great interest in this area. This stage of life can be associated with worsening of health status, functional disability and cognitive impairment. The literature indicates that multisensory stimulation can be a good measure to promote healthy aging. Some studies have suggested benefits of art and mindfulness for health and well-being of the elderly. The aim of this study is to verify the Multisensory Stimulation Program (MSP) impact on cognitive functioning, in depressive symptoms and quality of life (QoL) on a group of elderly after 10 multisensory stimulation sessions. The sample consists of two groups, the intervention group (GI=16) and control (GC=17). The applied evaluation instruments were as follows: Mini-Mental State Examination (MMSE), Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9), Inventory Assessment of Quality of Life in Older Adults (WHOQOL-OLD), pre and post-test, in addition, of the Emotions Rating Scale (EAS). The results showed: (a) a statistically significant decrease in the level of QoL with regard to the sensory functioning between baseline and post-test of the control group; (b) a statistically significant decrease in depressive symptomatology on group with MSP; (c) a statistically significant increase in overall quality of life and aspects of QoL, as autonomy, past, present and future activities, social participation, death, and a decrease in intimacy facet of the intervention group between the two moments; (d) a statistically significant difference between the two groups in the second assessment , which reveals a better general quality of life and some facets in the intervention group than control group; (e) effects of the sessions in depressive symptoms; (f) a statistically significant decrease in negative valence emotions throughout the sessions. This study confirms the importance of MSP implementation with mindfulness strategies and art institutions and day centers, in order to prevent and/or reduce cognitive decline in the elderly, depressive symptoms and thus improve QoL, and decreased experienced negative emotions.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectQualidade de vidapt
dc.subjectPessoas idosaspt
dc.subjectCognição - Pessoas idosaspt
dc.subjectDepressão mentalpt
dc.subjectMindfulnesspt
dc.subjectPsicologia da saúdept
dc.subjectEmoçõespt
dc.subject.otherEstimulação multissensorialpt
dc.subject.otherArtept
dc.subject.otherMindfulnesspt
dc.subject.otherIdosospt
dc.subject.otherFuncionamento cognitivopt
dc.subject.otherSintomatologia depressivapt
dc.subject.otherQualidade de vidapt
dc.subject.otherEmoçõespt
dc.titleEstimulação multissensorial através da arte e de estratégias de Mindfulness em idosospt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid201578662-
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joana Venâncio_dissertação.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.