Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/17464
Title: Estimating captures and discards of the beach seine conducted in Mira (Coimbra)
Other Titles: Arte xávega em Mira (Coimbra): avaliação das capturas e rejeições
Author: Neves, Pedro Manuel Cancela das
Advisor: Cunha, Maria Marina Pais Ribeiro da
Keywords: Pesca artesanal - Praia de Mira (Portugal)
Pescado - Rejeição
Defense Date: 6-Jan-2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Fishing is a vital source of nutrients for human consumption, and Portugal yields one of the highest fish consumption per capita in Europe (61.77 kg per capita in 2007). Being recognized as a worldwide important activity, fisheries have induced serious depletions in natural fish populations due to overexploitation and lack of adequate management. Another issue related with fisheries are the IUU (Illegal, Unreported and Unregulated) captures, which represents a portion of what is extracted from the ocean that it is not known. This includes unreported bycatch and, consequentely, discarded specimens. The knowledge of discards is crucial for more adequate management. Beach seine is an artisanal fishery conducted in the Portuguese coast. Little information is available regarding its activity. Due to its practice, the impacts on the ecosystem needs proper assessment, especially due to large amount of discards that it generates. To address this issue, the present work aims to analyse captures and discards from beach seine fisheries occurring at Praia de Mira (Coimbra, Portugal) during the summer season of 2016 (June-September, week numbers 22 to 36 – W22 to W36) of four crews. Captures data were provided by Docapesca, while discards data (obtained upon analysis of thirteen samples) were only collected from one vessel. Data on captures of 2015 were also studied to assess yearly variations. Differences in Landings Per Unit Effort (LPUE) of the four crews were detected between both years. Results also shows that 99.53 tons (23 taxa) of marine resources (including fish, squids and crustaceans) were landed and auctioned during the study period of 2016 (W22-W36), which was a lower amount when comparing landings from 2015 (219.00 tons, 24 taxa, within the same period). Trachurus trachurus (Linnaeus, 1758) was the most auctioned species in both years (127 tons in 2015 and 69 tons in 2016), also representing the species where fishermen got their most profits. After proper data adjustment, an average 50 kg of marine resources per haul were discarded, representing typically 15-60% of the total captured. The anchovy Engraulis encrasicolus (Linnaeus, 1758) was found to be the most common discarded species, making up to a total of 1.9 tons. Other abundant discards included T. trachurus, Sardina pilchardus (Walbaum, 1792), Trisopterus luscus (Linnaeus, 1758) and the Henslow’s crab Polybius henslowii Leach, 1820. These last three species had an estimated 100% discard rate per haul, while T. trachurus was usually below 3%, except in four hauls. Possible reasons for yearly differences to occur and motives for discarding were discussed. The low contribution of this fishery on the national scenario (estimated 0.46% of multi-gear captures) does not reflect its importance to the local community. Further decrease on operating beach seine crews on a national scenario is expected. To prevent this occurrence, proper assessments should be performed in order to increase its sustainability.
Os recursos pesqueiros são uma fonte vital de nutrientes, e Portugal apresenta um dos maiores consumos de peixe da Europa (61.77 kg de peixe per capita em 2007). Sendo reconhecida como uma atividade importante a nível mundial, a pesca induziu graves depleções de stocks pesqueiros devido à sobrepesca e à falta de gestão adequada. Outra questão relacionada com as pescarias são as capturas ilegais, não reportadas e não regulamentadas, representando uma fração que é extraída do oceano e não é conhecida. Esta fração inclui as capturas acessórias e, consequentemente, os espécimes rejeitados que não são reportados. O conhecimento das rejeições é crucial para avaliações mais precisas dos stocks, bem como para medidas de otimização do uso e comercialização do pescado. A Arte Xávega é um tipo de pesca artesanal que é conduzida na costa Portuguesa. Existe pouca informação disponível relativamente à sua atividade. Devido à sua prática, os impactos da sua atividade no ecossistema necessitam de uma avaliação adequada, especialmente ao nível da quantidade de rejeições produzidas. Para analisar esta questão, este trabalho tem como objetivo as capturas e rejeições produzidas pela Arte Xávega que decorre na Praia de Mira (Coimbra, Portugal) durante o Verão de 2016 (Junho-Setembro, semanas 22 a 36 – W22 a W36) de quatro companhas. Dados das capturas foram fornecidos pela Docapesca, enquanto os dados relativos às rejeições (obtidos através da análise de treze lances) foram apenas recolhidos para uma companha. Dados relativos às capturas de 2015 foram também estudadas com o objetivo de avaliar as diferenças anuais. Diferenças nas Desembarques Por Unidade de Esforço (DPUE) das quatro companhas entre os dois anos foram detetadas. Resultados também indicam que 99.53 toneladas (23 taxa) de recursos marinhos (incluindo peixes, lulas e crustáceos) foram desembarcados e leiloados durante o período estudado de 2016 (W22-W36), o que representa um decréscimo quando comparado com os dados de 2015 (219.00 toneladas, 24 taxa, no mesmo período). Trachurus trachurus (Linnaeus, 1758) foi a espécie mais leiloada nos dois anos (127 toneladas em 2015 e 69 toneladas em 2016), representando também a espécie onde os pescadores obtiveram maiores rendimentos. Após ajustamento dos dados, uma média de 50 kg de recursos marinhos por lance foram rejeitados, representando tipicamente 15-60% do total capturado. A anchova Engraulis encrasicolus (Linnaeus, 1758) foi a espécie mais rejeitados, sumarizando um total de 1.9 toneladas. Outras espécies rejeitadas abundantes incluem o T. trachurus, Sardina pilchardus (Walbaum, 1792), Trisopterus luscus (Linnaeus, 1758) e o caranguejo-pilado Polybius Henslowii Leach, 1820. Estas últimas três espécies tiveram uma taxa de rejeição por lance estimada de 100%, enquanto a taxa do T. trachurus encontrava-se usualmente abaixo dos 3%, exceto em quatro lances. Possíveis razões para a ocorrência das diferenças anuais e motivos para a rejeição foram discutidos. A baixa contribuição desta pescaria no cenário nacional (estimada em 0.46% da pesca polivalente) não reflete a importância desta na comunidade local. Um decréscimo do número de companhas a exercer esta atividade é esperado. Para prever esta ocorrência, estudos deverão ser feitos com o objetivo de aumentar a sua sustentabilidade.
Description: Mestrado em Biologia Marinha
URI: http://hdl.handle.net/10773/17464
Appears in Collections:BIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf3.21 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.