Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/16867
Title: Argamassas de cimento romano utilizadas em edifícios do início do século XX
Author: Rocha, Diana Vizinho
Advisor: Velosa, Ana Luísa
Andrejkovičová, Slávka
Keywords: Engenharia civil
Argamassas
Cimento
Reabilitação de edifícios
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A conservação e a reabilitação têm vindo a assumir uma maior importância, afirmando-se como uma alternativa à construção de novos edifícios e como uma solução de reabilitação do património edificado. O cimento romano foi um dos principais materiais utilizados para revestir as fachadas de edifícios do século XIX e início do século XX. No entanto, com o surgimento de novos materiais este caiu em desuso e a falta de conhecimento sobre este material levou à utilização de ligantes inadequados na conservação destes edifícios. Desta forma, o cimento romano apresenta agora um novo interesse para a reabilitação, uma vez que deve ser sempre considerada a compatibilidade e a semelhança dos materiais. A presente dissertação estuda o comportamento de argamassas à base de cimento romano, recorrendo a diferentes ligantes e traços volumétricos e realizando provetes de argamassas. Neste contexto, foi realizado um conjunto de ensaios laboratoriais que permitiram a caracterização das matérias-primas utilizadas na produção das argamassas. Posteriormente, para que fosse possível obter uma comparação efetiva das argamassas em estudo, os provetes realizados foram submetidos a testes laboratoriais, sendo determinadas as principais características dos provetes ensaiados. Os dados obtidos indicam as tendências comportamentais das argamassas estudadas, permitindo avaliar o comportamento destas para a conservação e reabilitação de edifícios antigos e colmatando a falta de informação existente sobre as argamassas de cimento romano.
Rehabilitation and conservation have been assuming a greater importance, affirming themselves as an alternative to construction of new buildings and as a solution of rehabilitation of the built heritage. Roman cement was one of the main materials used to coat the facades of buildings in 19th and 20th century. However, with the discovery of new materials, it has fallen into the disuse and the lack of knowledge about this material led to the use of inappropriate binders in the conservation of these buildings. In this way, roman cement presents nowadays a new interest to rehabilitation, since it must always be considered compatibility and similarity of materials. This dissertation studies the behaviour of mortars based on roman cement, using different binders and volumetric features and performing mortar specimens. In this context, it was carried out a set of laboratory tests which allowed the characterization of raw materials used for mortars production. Posteriorly, in order to obtain an effective comparison of mortars in study, the specimens performed were submitted to the laboratory tests, being determined the main characteristics of tested specimens. The data obtained indicate behaviour’ tendencies of the mortars studied, allowing to evaluate their behaviour in relation to rehabilitation and conservation of ancient buildings and allowing closing the gap on existing information about roman cement mortars.
Description: Mestrado em Engenharia Civil
URI: http://hdl.handle.net/10773/16867
Appears in Collections:DECivil - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf5.36 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.