Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/16391
Title: Cuidado centrado na funcionalidade: validação das escalas de autoeficácia, expectativas e conhecimentos
Author: Costa, Lénia Patrícia Silva
Advisor: Couto, Pedro Miguel Ferreira de Sá
Tavares, João
Keywords: Gerontologia
Envelhecimento
Exercício físico
Defense Date: 2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Enquadramento: O Cuidado Centrado na Funcionalidade (CCF) é uma abordagem que promove a funcionalidade das pessoas idosas (PI), focando-se o cuidado prestado no fazer “com” em detrimento do fazer “por”. Em contexto institucional torna-se relevante capacitar as ajudantes de ação direta (AAD) para a realização deste tipo de cuidado. Objetivos: Este estudo pretendeu analisar a perceção das AAD em relação ao CCF através das Escalas da Autoeficácia, Expectativas e do Conhecimento, bem como, a validade e a fiabilidade destas. Metodologia: Foi utilizada uma abordagem quantitativa do tipo descritiva/correlacional e transversal. Aplicou-se um questionário de autopreenchimento composto por variáveis sociodemográficas, profissionais e pelas Escalas de Autoeficácia, Expectativas e Conhecimento. Na validação/fiabilidade das escalas utilizou-se a análise fatorial exploratória e o coeficiente de correlação intra-classe (CCI). Modelos de regressão linear foram propostos para a previsão dos resultados destas escalas. Resultados: A amostra foi constituída por 73 AAD (100% mulheres), com uma média etária de 46,4 (9,9) anos. A escala da Autoeficácia apresentou um modelo de três fatores, com variância total de 73,4%, um Alpha de Cronbach=85,2% e um Índice de Consistência Interna (CCI)=0,80. A escala das Expectativas é de fator único e apresentou um Alpha de Cronbach=95,2% e um CCI= 0,97. A escala do Conhecimento obteve uma percentagem de acerto de apenas 44,7%. Não foi possível identificar preditores para as escalas utilizadas porque as correlações entre as diferentes variáveis foram fracas ou não significativas. Discussão: As versões portuguesas das escalas analisadas apresentaram dados satisfatórios de validade e de fiabilidade. Não foi possível desenvolver modelos de previsão que relacionassem estas escalas numa situação de pré-intervenção. A baixa correlação entre os resultados das escalas e os sentimentos relacionados com o cuidado às PI (dificuldade, gratificação sobrecarga física e sobrecarga emocional) ou com as variáveis sociodemográficas e profissionais, indicou uma fraca dependência entre as variáveis. A instituição não evidenciou ser uma variável de confundimento, indicando a existência de uma amostra muito homogénea. Conclusões: As escalas analisadas possuem boas propriedades psicométricas de validade e fiabilidade. Estes resultados sugerem que a versão portuguesa destas escalas pode ser utilizada para avaliar as ações promotoras da funcionalidade realizadas pelas AAD. Estes resultados apontam para a importância de implementar um programa de CCF nas instituições e analisar o impacto do mesmo nas PI e nas AAD.
Framework: The Function-Focused Care is an approach that promotes the functionality elderly, focusing on the care provided to do "with" instead of doing "by". In the institutional context it is relevant empowering direct care workers to carry out this type of care. Goals: This study intends to analyze the perception of direct care workers in relation to the Function-Focused Care through Scales of Self-efficacy, Expectations and Knowledge, as well as, validity and reliability of these. Methodology: Quantitative approach of the type descriptive/correlational and cross-sectional was used. Applied a self-report questionnaire consisting of sociodemographic and professionals variables and the scales of Self-efficacy, Expectations and Knowledge. The validation/reliability of the scales used the exploratory factor analysis and the intra-class correlation coefficient. Linear regression models were proposed for predicting the results of these scales. Results: The sample consisted of 73 direct care workers (100% women) with a mean age of 46,4 (9,9) years. The scale of the Self-efficacy showed a three-factor model with the total variance of 73,4%, an Cronbach's alpha = 85,2% and an Internal Consistency Index = 0,80. The scale of Expectations is one factor and presented a Cronbach's alpha = 95,% and an Internal Consistency Index = 0,97. The scale of Knowledge obtained a percentage of hit only 44,7%. It was not possible to identify predictors for the scales used because the correlations between different variables were weak or not significant. Discussion: The Portuguese versions of the scales analyzed showed satisfactory data validity and reliability. It was not possible to develop predictive models to relate these scales in a pre-intervention situation. The low correlation between the results of scales and feelings related to the care of elderly (difficulty, gratification, physical overload and emotional overload) or sociodemographic and professional variables, indicated a weak dependence between variables. The institution showed not a confounding variable, indicating the existence of a very homogeneous sample. Conclusions: The analyzed scales have good psychometric properties of validity and reliability. These results suggest that the Portuguese version of these scales can be used to evaluate the actions promoting the functionality performed by the direct care workers. These results point to the importance of implementing a Function-Focused Care program in the institutions and analyze the impact of the same in the elderly and in the direct care workers.
Description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/16391
Appears in Collections:DCM - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LeniaCosta_Cuidado Centrado na Funcionalidade_Final.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.