Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/16298
Title: A evolução do sistema partidário de Timor-Leste (2001-2012)
Author: Martins, Martinho
Advisor: Jalali, Carlos
Silva, Patrícia Catarina de Sousa e
Keywords: Ciência política
Partidos políticos - Timor Leste
Sistemas eleitorais - Timor Leste
Defense Date: 16-Dec-2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Este trabalho pretende descrever e compreender a institucionalização do sistema partidário de Timor-Leste de 2001 até 2012. Para este efeito, esta dissertação analisa uma ampla bateria de indicadores consolidados na literatura sobre a institucionalização dos sistemas partidários. Em específico, analisámos os padrões de estabilidade das competições interpartidárias; o enraizamento social dos partidos políticos, a legitimidade eleitoral. Foram, ainda considerados os padrões da composição governamental. Assim, verificámos os padrões de alternância partidária no governo, a fórmula de governo, a abertura de novos partidos, e a estrutura de competição. A análise foi complementada com a leitura da evolução do número de partidos relevantes e do número efetivo de partidos políticos, a ideologia e a polarização dos partidos políticos. Da análise destes indicadores foi possível retirar conclusões relativas aos padrões de estabilidade da competição dos principais partidos e relativas aos fatores importantes que explicam a evolução de um sistema partidário de pluralismo moderado. O sistema partidário de Timor-Leste pode ser caracterizado por um pluralismo moderado com uma dinâmica de alternância completa e parcial e com fórmula de governos inovadoras, com a abertura aos novos partidos; e com a estrutura de competição é aberta.
This research aims to describe and understand the institutionalization of the party system in East Timor from 2001 to 2012. For this purpose, this dissertation analyzes a wide battery of indicators established in the literature on the institutionalization of party systems. In particular, we analyzed the patterns of stability of inter-party competition; the social roots of political parties, and electoral legitimacy. It was also considered the patterns of government composition. Accordingly, we considered the party alternation in government, the formula of government, openness to new political parties, and structures of competition. This was complemented with an analysis of the evolution of the number of relevant parties and the effective number of political parties, and ideological polarization. These indicators suggest the current stability of competition patterns of the major parties, while suggesting important features that explain the evolution of East Timor’s party system to a moderate pluralism. East Timor party system can be characterized by a moderate pluralism with a dynamic of complete and partial partisan alternation in government, with innovative formula of governments, and openness to new parties; and open competition structures.
Description: Mestrado em Ciência Política
URI: http://hdl.handle.net/10773/16298
Appears in Collections:CSPT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdfTese2.58 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.